CORONAVÍRUS

No Maranhão

4762
167948
158492
3664
TALENTO LOCAL

DJ maranhense Brunoso lança novo EP de música eletrônica com beats autorais

O DJ relata que sempre teve a vontade de lançar um EP, mas que temia o retorno do público por ter um estilo musical ainda pouco consolidado no Maranhão

Novos talentos surgem todo dia ao redor do mundo, na Ilha do Amor, capital maranhense, não é diferente. O destaque da vez é o Bruno Rafael Mendes da Silva Monteiro, popularmente conhecido como DJ “Brunoso”. O maranhense, que já tocou com diversos artistas, lançou o EP “Favela Garage Beats” no dia 13 de setembro com uma nova proposta musical.

Novo EP lançado pelo Dj Brunoso. Imagem: Reprodução.

Acadêmico de Comunicação Social, o DJ também é produtor musical e sonoplasta. Em seu último trabalho, EP Favela Garage Beats, que está disponível em todas as plataformas, como Spotify, Soundcloud e Deezer, a “alma do negócio” surge com a inspiração do estilo musical eletrônico de Londres, sendo sua maior referência o Garage, que segundo o músico, é parecido com o estilo House, porém mais acelerado.

Ao som dos beats, que são músicas compostas inteiramente por batidas, o novo trabalho reúne quatro faixas novas, sendo elas “Senta e Kika”; “Vavapo”; “Velocidade”; e “Poly Riddim”. O DJ relata que sempre teve a vontade de lançar um EP, mas que temia o retorno do público por ter um estilo musical ainda pouco consolidado no Maranhão.

Eu sempre quis lançar um ep, porém tinha medo que as pessoas, principalmente da minha cidade não entendessem bem a questão de ser instrumental e de um ritmo não muito familiar pra maioria das pessoas, por mais que o gênero e música de Londres tenha influenciado todo o mercado musical que conhecemos.” “Além disso, o público daqui tem se tornado mais receptivo a música eletrônica, então creio que muitas pessoas vão ter intimidade com o som“, conta Bruno Monteiro, Dj e produtor musical.

Início de carreira e influências

Foto: João Pires.

O jovem Bruno conta que o seu fascínio pela música não é recente, quando criança ao ouvir os CD’s, tinha a curiosidade em saber quais pessoas participavam daquilo, mais tarde, através da internet ele começou a estudar sobre o mundo da música, descobrindo seu interesse pelos background’s.

No ano de 2013, sob influência dos estilos de música dubstep e eletrônica, Brunoso começou a estudar discotecagem com programas de computador, onde teve seu primeiro contato com o programa Fruity Loops (FL Studio), programa este que usa até os dias de hoje.

Em 2014/15 eu descobri artistas Brasileiros que misturam músicas eletrônica com a música urbana brasileira, como o Tropkillaz, OMULU, etc, abri meus horizontes na música e comecei a me aprofundar nisso, fazer música com essência brasileira, porém com sons de todo o mundo.” Relata o estudante.

Trabalhos feitos e perspectiva cultural

Foto: Milena Saza.

Além dos remixes e sets autorais, Brunoso também fez diversas participações e já tocou em vários lugares, um deles foi em um evento em São Paulo, como o “EP Pandú” da cantora Enme, o single “Eutanásia” do grupo musical Contrabando Lírico, “Vá se Lascar” de Getúlio Abelha, e “Abre Caminho” do rapper Gugs.

Foto: Reprodução.

Sobre a produção musical maranhense, ele conta que ainda falta muita coisa acontecer, “muita gente ainda precisa se levantar” e botar a música pro mundo. Apesar de tudo, os artistas musicais maranhenses têm feito um trabalho incrível, ele afirma. Em busca de melhorar seu desempenho e atingir lugares mais altos, o prodígio das mesas de som pretende lançar um álbum e busca ganhar mais visibilidade local.

“Minha perspectiva pra isso tudo é primeiramente poder viver apenas de música e coisas relacionadas a ela, que muita gente me escute e entenda o som que eu faço, que digamos, não é tão comum assim, pretendo lançar mais dois EP’s esse ano e um álbum ano que vem com feat’s bem legais e com gêneros mais diversos, esse eu quero que bata em todos os lugares de verdade haha, quem sabe um feat internacional? uma parceria com um artista de fora que eu goste muito é o que mais quero para os próximos trabalhos. Além disso, espero que essa minha fase na música se comunique diretamente com quem escute, que faça parte do cotidiano delas e por ai vai. Finaliza com seu depoimento o DJ Brunoso.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Checamos
Polícia
Mais Notícias