MOTORISTAS DE SÃO LUÍS

Cerca de 22% usam celular ao volante

Os dados foram apresentados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2018

Reprodução

No ano de 2018, das 312.189 infrações cometidas no trânsito de São Luís, 4.735 foram cometidas por uso de celular nas modalidades: dirigir utilizando-se de telefone celular (2.406), dirigir veículo manuseando telefone celular (1.188) e dirigir veículo segurando telefone celular (1.141).  Os dados são do portal do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA).

Pode parecer pouco, mas se considerarmos o risco que um simples, mas grave, ato desses no trânsito pode ocasionar, é sim um número alto e colocou a capital entre as que têm maior percentual de uso de celular por condutores: 22,3%.

Os dados foram apresentados pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) de 2018.

O ranking das capitais que mais têm condutores utilizando celular ao volante é:  Belém (24%), Rio Branco (23,8%), Cuiabá (23,7%), seguido por Vitória (23,3%), Fortaleza (23,2%), Palmas (22,4%), Macapá (22,3%) e São Luís.

Em maio deste ano já foram registradas 73 infrações de condutores por dirigir veículo utilizando-se de telefone celular, 69 por dirigir segurando celular e 67 por dirigir manuseando telefone celular. No mesmo período, no ano passado, dirigir utilizando-se de telefone celular rendeu 115 registros, dirigir manuseando telefone celular, 68; e dirigir segurando celular, 61. Até o momento, neste ano, já foram registradas, segundo o site do Detran-MA, 67.614 infrações na capital. Dessas, 453 por dirigir utilizando-se de telefone celular, 386 por dirigir segurando telefone celular e 276 por dirigir manuseando telefone celular.

Vale ressaltar que, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, usar o celular enquanto dirige é uma infração gravíssima (art. 252, parágrafo único). “A hipótese prevista no inciso V caracterizar-se-á como infração gravíssima no caso de o condutor estar segurando ou manuseando telefone celular”. São 7 pontos na CNH e multa no valor de R$ 293,47.

Dados do Ministério da Saúde revelaram que 19,3% da população das capitais usam o celular enquanto dirigem. Isso significa que de cada cinco pessoas, uma afirmou que comete esse ato. O ministério alertou ainda que os acidentes de trânsito são a segunda maior causa de mortes externas no país. “As pessoas tomam o celular como parte do corpo delas e esquecem que estar ao trânsito significa ter que focar no fluxo de veículos. Um segundo que você desvia o olhar para a tela do celular, pode custar um acidente com danos materiais, mas também algo mais grave. Tem pessoas que passam o trajeto inteiro falando ao celular”, comenta a especializada em Ciências Sociais, Rafaela Ribeiro.

A pesquisa também mostrou que as pessoas entre 25 e 34 anos (25%) e com maior escolaridade (26,1%), com 12 anos de estudo ou mais, são as que mais assumem esse comportamento de risco. Os motoristas com nível superior também são os que mais recebem multas por excesso de velocidade e que associam o consumo de bebida alcoólica e direção. As capitais com menor uso de celular durante a condução de veículo foram: Salvador (14,1%), Rio de Janeiro (17,1%), São Paulo (17,2%) e Manaus (17,7%).

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias