DIA DE SÃO JORGE

SÃO JORGE: conheça a história do santo guerreiro

Dia de São Jorge é celebrado hoje por várias nações e culturas. Padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, a comemoração no estado carioca também virou feriado desde 2008

Reprodução

Um dos santos mais conhecidos do mundo tem seu dia comemorado hoje – 23 de abril. O Dia de São Jorge é celebrado por várias nações e culturas para quem o santo é patrono, como Reino Unido, Portugal, Geórgia, Catalunha, Bulgária e no Brasil não é diferente.

No estado do Rio de Janeiro é considerado feriado. Antes de 2008, o feriado era comemorado apenas no município do Rio de Janeiro, pois São Jorge é o padroeiro da cidade, até que foi instituído feriado estadual de acordo com a Lei 5198/08, de 5 de março.

São Jorge: o santo guerreiro

A figura de São Jorge também é cultuada pelas religiões afro-brasileiras, como a Umbanda. Neste caso, São Jorge é sincretizado na forma do orixá Ogum.

São Jorge e o Dragão

De acordo com uma lenda, São Jorge fez acampamento com sua legião romana em uma região próxima a Salone, na Líbia, no norte da África. Lá, diziam haver um enorme dragão com azas.

O animal devorava pessoas da cidade como cordeirinhos.Diziam que o hálito da terrível criatura era tão venenoso que qualquer um que se aproximasse poderia morrer por envenenamento. Com o intuito de manter a besta longe da cidade, eles ofereciam ovelhas como alimento. Quando não tinha o animal, começaram a oferecer crianças.

O sacrifício caiu então sobre Sabra, a filha do Rei, de apenas 14 anos. A menina foi em direção à seu cruel destino e deixou a muralha da cidade, ficou ali à espera da criatura. São Jorge, ao ficar sabendo da história, decidiu
por fim a tudo isso.

Montou seu cavalo branco e partiu para a batalha. Antes, porém, exigiu que o rei desse sua palavra: se trouxesse sua filha de volta, o rei e todo o reino se converteria ao cristianismo.

O rei aceitou e deu sua palavra. Jorge, então, partiu para a luta com tal “dragão”. Depois de muita luta e oração, Jorge acertou a cabeça do dragão com sua poderosa espada que era chamada de Ascalon. Depois, São Jorge cravou sua espada debaixo da asa do dragão, em um local que tinha escamas.

Assim, o dragão foi ferido mortalmente e caiu sem vida. São Jorge amarrou a fera e a levou arrastada até a cidade, levando consigo a princesa. Lá, São Jorge, sendo observado pela multidão, cortou a cabeça do dragão e fez com que todas as pessoas da cidade se tornassem cristãs. Também existe uma história popular de que a imagem de São Jorge matando o dragão pode ser visível na lua cheia.

Quem foi São Jorge?

Reprodução

São Jorge nasceu em 275, na antiga região chamada Capadócia. Hoje, esta região é parte da Turquia. 

O pai de Jorge era militar e faleceu em uma batalha. Após a morte do pai, Jorge e sua mãe, chamada Lida, mudaram-se para a Terra Santa. Lida era originária da Palestina. Era uma mulher que possuía instrução e muitos bens. Ela conseguiu dar ao filho Jorge uma educação esmerada.

Ao atingir a adolescência, Jorge seguiu a carreira de muitos jovens da época e entrou para a carreira das armas, pois tinha um temperamento naturalmente combativo. 

Tanto que logo ele se tornou capitão do exército romano. Jorge tinha grandes habilidades com as armas e muita dedicação.Por causa dessas qualidades o imperador Diocleciano deu a ele o título nobre de conde da Capadócia. 

Assim, com apenas 23 anos, Jorge passou a morar na alta corte de Nicomédia. Nesse tempo, ele exerceu o cargo de Tribuno Militar.

Oração de São Jorge

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo, amarrar.  São Jorge, cavaleiro corajoso, intrépido e vencedor; abre os meus caminhos. 

Ajuda-me a conseguir um bom emprego; faze com que eu seja bem quisto por todos: superiores, colegas e subordinados. Que a paz, o amor e a harmonia estejam sempre presentes no meu coração, no meu lar e no meu serviço; vela por mim e pelos meus, protegendo-nos sempre, abrindo e iluminando os nossos caminhos, ajudando-nos também a transmitirmos paz, amor e harmonia a todos que nos cercam. Amém.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias