UNIVERSIDADE

Reitoria da UFMA revoga ação que despejaria alunos de laboratórios

Uma decisão tomada no dia 27 pelo Departamento de Oceanografia poderia prejudicar pesquisas de quase 100 estudantes do curso e desalojar mais de R$ 1,5 milhão em equipamentos

Um dos laboratórios. Foto: Reprodução

Foi revogada, pela Reitoria da Universidade Federal do Maranhão, uma decisão que poderia despejar projetos científicos de quase 100 alunos do curso de Oceanografia de laboratórios do campus. A suspensão do memorando foi divulgada nesta sexta-feira (1), por meio de nota.

Consta no comunicado que a Reitoria da universidade decidiu suspender a decisão, tomada pelo Departamento de Oceanografia (DEOLI), que consistiria na troca das fechaduras de laboratórios e na realocação dos equipamentos até uma decisão consensual que deverá ser tomada em um momento posterior.

Veja Também

“A UFMA prima pelas boas relações e luta muito para que tenha condição de atender adequadamente os nossos alunos e professores. Essas medidas estão sendo avaliadas. Acabamos de fazer uma reunião para fazer um documento que possa dar uma resposta a essa situação”, relatou a reitora Nair Portela, após se reunir com os alunos do curso na tarde de ontem (28).

Confira a nota:

A Universidade Federal do Maranhão informa que recebeu, como cópia, o Memorando Eletrônico 27/2019 do Departamento de Oceanografia e Limnologia, que trata da troca de fechaduras e remanejamento de equipamentos e materiais dos Laboratórios de Hidrodinâmica Costeira, Estuarina e de Águas Interiores; Ecotoxicologia; Ficologia; Microalgas-Cepário; Laboratório de experimentos; e salas de aula e administrativa da Pós-Graduação do PPGOceano.

Considerando o comprometimento da Universidade em salvaguardar o patrimônio público, bem como garantir que não haja prejuízos às ações de ensino e pesquisa desta instituição, a reitoria da UFMA informa que resolveu suspender a decisão de troca de fechaduras e remanejamento dos equipamentos até ulterior decisão consensual para dirimir as questões levantadas.

Entenda

Uma assembleia dos professores na tarde da última quarta-feira (27) havia decidido o despejo imediato de três laboratórios do Departamento de Oceanografia e Limnologia da Universidade Federal do Maranhão,o que poderia levar quase 100 pessoas a perderem seus projetos científicos. Graduandos e pós-graduandos do curso repudiaram e denunciaram a situação por meio de notas.

Segundo a decisão do DEOLI, seria realizada a troca de fechaduras de laboratórios e salas dentro do prazo de 24 horas e, para que os alunos não fossem prejudicados, eles deveriam retirar todos os materiais e equipamentos destes locais. O Departamento passaria a ser o portador oficial das chaves.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS