UNIÃO

Consórcio: O que muda no Maranhão com a aliança do Nordeste

Na quinta-feira (14), todos os governadores da região estarão presentes em São Luís para firmar uma grande aliança entre os nove estados – o Consórcio Nordeste. Veja o que mudará

Na quinta-feira (14), todos os governadores do Nordeste eleitos estarão presentes em São Luís do Maranhão para assinar a criação do Consórcio Nordesteuma grande aliança que será firmada entre os nove estados para o crescimento, em conjunto, de todos. A decisão de união representará um novo capítulo para a história da região e do Brasil.

Com a cooperação, as mudanças incluem desde a parte econômica – como a queda de preços de artigos como material escolar e medicamentos – até o intercâmbio estudantil e profissional entre os estados. Listamos 10 mudanças que o Consórcio Nordeste trará ao Maranhão (e aos outros estados participantes). Confira:

1) Um ‘boom’ na economia

(Foto: Divulgação/Secap)

Quanto maior o número de produtos ou serviços contratados, mais barato sai o valor por unidade. É a mesma lógica dos grandes supermercados e do consumidor comum. Os grandes mercados conseguem negociar preços bastante competitivos porque compram enormes quantias. O consumidor comum não tem esse poder de negociação porque compra pouco.

Portanto, juntos, os nove Estados do Nordeste vão conseguir preços melhores em produtos e serviços. Isso vale, por exemplo, para medicamentos, material escolar, equipamentos agrícolas e serviços de asfaltamento.

Próxima »1 / 6
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias