LUTO

Morre o vice-presidente da Fecomércio do Maranhão

O velório, segundo informou a Fecomércio, acontece nesta manhã (27) na Central de Velórios Pax União (Rua Oswaldo Cruz – Centro) e o enterro está programado para às 16h30.

A Fecomércio-MA emitiu nota informando a morte do seu vice-presidente, Marcelino Ramos Araújo.  Marcelino morreu nesta quinta-feira, 27 de dezembro. Empresário do ramo atacadista de medicamentos, Marcelino abriu sua primeira empresa no ano de 1974. O velório, segundo informou a Fecomércio, acontece nesta manhã (27) na Central de Velórios Pax União (Rua Oswaldo Cruz – Centro) e o enterro está programado para às 16h30.

Confira a nota

Marcelino Ramos Araújo (6 de agosto de 1938 – 27 de dezembro de 2018). É com profundo pesar que a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) comunica o falecimento do 1º vice-presidente da instituição, o empresário Marcelino Ramos Araújo, ocorrido nesta quinta-feira, 27 de dezembro.

Nascido no município de Brejo-MA no dia 6 de agosto de 1938, o empresário chegou a São Luís em 1958, com o objetivo de concluir os estudos. Bacharel em Direito e formado em Contabilidade na Escola Técnica de Comércio Centro Caixeiral, começou no comércio como Office Boy, auxiliar de escritório e com o tempo tornou-se propagandista-vendedor, visitando os consultórios médicos e hospitais para apresentar e comercializar medicamentos.

Logo abriu sua própria empresa, no ano de 1974, a Distribuidora Ateniense Ltda, em sociedade com o empresário Luis Perdigão da Costa Abreu. Anos depois abriu outra empresa, a DistribuiFarma, também no ramo atacadista de medicamentos, além de ter enveredado pelo segmento varejista de medicamentos com duas drogarias, uma localizada na Rua Grande e outra na Rua do Sol, a Droga Atenas. Em 1988, passou a exercer também a função de Juiz Classista na Justiça do Trabalho.

Marcelino Araújo começou a frequentar a Fecomércio ainda na década de 1970, enquanto associado do Sindicato do Comércio Atacadista de Drogas e Medicamentos de São Luís, entidade sindical em que também atuou como presidente durante vários anos. Na Fecomércio, passou a integrar a diretoria da entidade na década de 1980 e chegou ao cargo de 1º vice-presidente, eleito para a gestão 2018-2022. Também ocupava um cargo de suplência na atual gestão da Diretoria da Confederação Nacional do Comércio (CNC).

Grande expoente no setor comercial de São Luís, Marcelino Ramos Araújo deixa a esposa Zuleide Araújo, um filho e um neto. O velório acontece na manhã desta quinta-feira na Central de Velórios Pax União (Rua Oswaldo Cruz – Centro) e o enterro está programado para às 16h30.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias