TRAGÉDIA

Grávida morre após ser baleada acidentalmente por irmão, no Maranhão

O disparo ocorreu no último dia 25, Natal, em uma chácara no município Governador Edison Lobão

Jeane. Foto: Arquivo Pessoal

Na última terça-feira (25), no Natal, uma mulher grávida morreu após ter sido baleada acidentalmente por seu irmão, em uma chácara no município Governador Edison Lobão, no Maranhão. Por volta das 18h15, Jeane Rouse Ewerton, de 29 anos, deu entrada no Hospital Municipal de Imperatriz com um ferimento causado por arma de fogo, mas não resistiu.

O tiro atingiu a região lateral de Jeane, por baixo do braço. Segundo a Polícia Civil foi constatado que bala partiu de uma espingarda ou garrucha, mas o autor do disparo ainda não foi identificado. “Estamos respeitando este momento do enterro, mas depois cada membro da família será ouvido para descobrirmos quem foi o responsável” declara o Delegado Eduardo Galvão, que está investigando o caso.

Embora tenha sido uma morte acidental, o irmão responderá pelo crime qualificado como homicídio simples e condenado a até 20 anos de prisão se tiver mais de 18 anos; ou internado até três, se for criança ou adolescente.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias