CLONADO?

Deputados são vítimas de crime virtual; saiba como se proteger!

Nesta sexta-feira, 1, os deputados estaduais Valéria Macedo (PDT) e Vinícius Louro (PR) tiveram seus aplicativos de mensagens clonados. Os deputados pedem que desconsidere quaisquer mensagens enviadas pelos números

Foto: Reprodução

Os deputados estaduais Valéria Macedo (PDT) e Vinícius Louro (PR) informaram por meio de nota que foram vítimas de crime virtual nesta sexta, 1. Segundo os parlamentares, as contas de um aplicativo de trocas de mensagens foi clonadas. Os deputados pedem que desconsidere quaisquer mensagens enviadas pelos números.

Segundo a assessoria do Deputado Vinícius Louro (PR), o aplicativo começou a enviar mensagens para os contatos perguntando se alguém tinha acesso ao aplicativo do Banco do Brasil. “Essa solicitação estava sendo disparada do número dele sem que ele soubesse”, conta o assessor, Ronald Segundo.  Ao observar a mensagem, a equipe do deputado se prontificou a avisar às pessoas. “Acreditamos que até o momento ninguém caiu no golpe”, ponderou Ronald

Saiba como se proteger

Ao ir à delegacia especializada, o deputado soube que para prevenir que esse tipo de crime seja prevenido é necessário tomar algumas medidas. “O delegado falou para ele sobre a existência do código de verificação de duas etapas. O negócio é que poucas pessoas sabem desse recurso. Se soubéssemos, poderíamos ter evitado”, comenta Ronald.

Próxima »1 / 5
VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS