EM MEIO A CRISE

Petrobras anuncia aumento no preço da gasolina

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 30, um aumento no preço da gasolina nas refinarias. A partir de amanhã, o preço vai subir de R$ 1,9526 para R$ 1,9671 (valor sem tributos)

Reprodução

Em meio a crise da greve dos caminhoneiros, a Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 30, um aumento no preço da gasolina em 0,74% nas refinarias.  A partir desta quinta-feira, 31, o preço vai subir de R$ 1,9526 para R$ 1,9671 (valor sem tributos).

O anúncio do aumento é feito, após cinco reduções seguidas nos preços.  A última redução de 2,83%, o valor do combustível que custava nas refinarias R$ 2,0096 havia caído para R$ 1,9526. Só em maio, já foram anunciadas 13 altas e 6 quedas no preço da gasolina.

O preço nas refinarias do diesel será mantido em R$ 2,1016, por 60 dias como determina o acordo firmado entre o governo federal e os caminhoneiros, para pôr fim ao movimento grevista dos caminhoneiros.

Reflexo nos postos de combustíveis

A população não sentiu nas bombas dos postos de combustíveis as últimas reduções no preço da gasolina. Em meio a um momento conturbado, vividos nos últimos dias pela crise no abastecimento de gasolina, devido a greve dos caminhoneiros, que formou filas gigantescas e deixou muitos postos sem combustíveis.

Segundo a estatal, esse aumento no preço da gasolina acontece nas refinarias e vai ser repassados aos distribuidores. Fica a cargo dos revendedores repassarem ou não a mudança no preço consumidor final na bomba. Os postos são livres para aplicar ou não o reajuste.

Abastecimentos nos postos

Segundo o Sindicombustíveis-MA, cerca de 90% dos postos em São Luís já estão abastecidos, a situação no interior é um pouco mais crítica, cerca de 80% das cidades no estado não foram abastecidos.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS