SEM GASOLINA

“Estou com medo não conseguir chegar em casa”, relata motorista

A cidade vive um caos. Vários postos já estão sem combustíveis, filas quilométricas para abastecer e o medo de não conseguir voltar pra casa, assusta motoristas

A cidade parece viver um momento de caos. Vários postos já estão sem combustível, filas quilométricas para abastecer e o medo de não conseguir voltar pra casa assusta os motoristas

De acordo com o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão (Sindcombustíveis-MA), mais de 80% dos postos de São Luís secaram. O anúncio foi feito pelo presidente do sindicato, João Rolim. De acordo com o sindicato, provavelmente até este sábado, 26, nenhum posto terá mais combustível.

A reportagem de O Imparcial transitou pela cidade, e comprovou que vários postos já estavam fechados, os poucos que ainda funcionavam, tinham filas gigantes, com muita confusão entre os motoristas. As filas atrapalharam o tráfego, e gerou engarrafamentos. A SMTT estava em um posto da Avenida Jerônimo de Albuquerque. “É uma tentativa de organizar o trânsito, em postos em que as filas atrapalham o trânsito”, destacou um agente da SMTT.

“Estou com medo de não chegar em casa. Estou nessa fila há pelo menos 30 minutos, têm muitos carros ainda na frente, e não sei se saio daqui com gasolina, já rodei a cidade e os postos estão fechados”, relatou a motorista Sandra Moraes.

Preços abusivos

Segundo o motorista Junior Simões, os postos que ainda tem combustíveis, abusam dos preços. “Quando cheguei nesse posto aqui na Jerônimo de Albuquerque, a gasolina custava R$ 5,00. O Procon chegou e o posto baixou para R$4,09. Uma falta de respeito com o cliente, nós somos cidadãos. Estou aqui há pelo menos uma hora.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS