VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Polícia Federal vai investigar crimes de ódio contra mulheres na internet

A PF passa a investigar crimes praticados por meio da internet que difundam conteúdo que propagam o ódio ou a aversão às mulheres

Policiais federais também poderão investigar crimes de ódio contras as mulheres na internet

As mulheres têm mais uma conquista na luta contra a violência, dessa vez, no âmbito virtual. Foi sancionada pelo presidente Michel Temer, na semana passada, lei que atribui  também à Polícia Federal competência para investigar crimes de ódio na internet contra mulheres. Antes esses crimes eram somente investigados pelas polícias de cada estado.

O texto havia sido aprovado pelo Senado no mês passado, na véspera do Dia Internacional da Mulher.  A partir de agora, além de atuar em crimes como sequestro, formação de cartel e violação dos direitos humanos quando houver repercussão interestadual ou internacional, a PF também vai investigar quaisquer crimes praticados por meio da rede mundial de computadores que difundam conteúdo misógino, definidos como aqueles que propagam o ódio ou a aversão às mulheres.

Blog na internet que incitava ódio contra as mulheres

Crimes como esses são praticados com frequência, e um dos fatores é a certeza de impunidade que os criminosos têm ao praticarem esses crimes no âmbito virtual.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS