CAXIAS

Cleide Coutinho assume diretório municipal do PDT neste sábado

O evento ocorrerá no centro de Caxias, na manhã deste sábado. O evento pode ser considerado a volta da médica a política

Foto: Reprodução

Cleide Coutinho, mulher de Humberto Coutinho, vai assumir neste sábado a presidência do diretório municipal do PDT. A festa que ocorrerá no Assunção Eventos, centro de Caxias, com a participação do Governador Flávio Dino; Deputado Federal Rubens Pereira Jr.; o pré-candidato ao senado, Weverton Rocha; e o presidente Nacional do PDT, Carlos Lupi.

A solenidade vai marcar a volta de Cleide Coutinho a política maranhense. Segundo informações, nas eleições de 2018 a médica deve buscar disputar uma cadeira no legislativo estadual. Caso se confirme o anúncio da pré-candidatura, Cleide terá grande favoritismo. Afinal, herdará toda influência política do marido, Humberto, falecido em janeiro deste ano.

Com a volta, Cleide Coutinho terá de enfrentar o desafio de organizar e liderar um dos maiores grupos políticos do leste do estado.

“Agradeço ao presidente estadual do PDT, deputado Weverton Rocha, por me aceitar no partido e me conduzir à presidência municipal, cargo deixado por meu amado e saudoso marido deputado Humberto Coutinho. Farei tudo pra honrar este compromisso com todos os caxienses e maranhenses. Junto com Rubem Jr., Weverton Rocha e Flávio Dino”, declarou a médica.

Quem é Cleide Coutinho?

Cleide é formada pela Faculdade de Medicina da Bahia, onde conheceu o marido. Foi junto com ele que construíram um império empresarial, que inclui faculdades, hospitais e fazendas. Atuou ativamente na política maranhense entre os anos 2006 e 2014, tendo apoiado a candidatura do então governador, Flávio Dino.

Entrevista ao Canal Sinal Verde

Em entrevista concedida a afiliada do SBT em Caxias, Tv Sinal Verde, Cleide Coutinho fez questão de agradecer todo o apoio que a população tem dado a família. Muito emocionada, chorou em diversos momentos da entrevista e assegurou que está voltando para a política para trabalhar para o povo de Caxias. “Humberto me pedia muito para eu dar continuidade ao serviço dele. É uma coisa que eu gosto e sei fazer”, afirmou ela ao repórter Ricardo Marques.

Quando perguntada sobre o legado, afirmou que é um grande desafio. “Humberto me apoiava muito. Sei que tenho condição de conduzir meu povo para trazer para eles o que Humberto trazia” disse durante a entrevista.

2 meses da morte do “Grandão”

Nesta sexta, 2, completou 2 meses que o Presidente Humberto Coutinho faleceu devido complicações de um câncer no intestino. Grandão, como era chamado em Caxias seu reduto político, vinha lutando contra a doença desde 2013. Passou por hospitais em Teresina e São Paulo. Aos poucos o estado delicado do deputado foi se agravando. Após repentina melhora, ele faleceu na noite do dia 1 de janeiro.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS