ALEMA

Deputados pedem desculpas após confusão no parlamento

Motivada pela condição econômica do estado, a discussão no plenário ultrapassou os limites, descambou para o lado pessoal, inflamou o clima interno e deu o tom político do embate

Foto: Reprodução

Os ânimos na Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) estão um pouco mais controlados. O intenso bate-boca da última segunda-feira, 26, envolvendo os deputados Adriano Sarney (PV) e Rogério Cafeteira (PSB), líder da bancada governista na Casa, deu lugar ao clima de paz, pelo menos momentaneamente. Motivada pela condição econômica do estado, a discussão no plenário ultrapassou os limites, descambou para o lado pessoal, inflamou o clima interno e deu o tom político do embate entre deputados da base governista e de oposição. A agressividade mostrada pelos parlamentares foi substituída pelos pedidos de desculpas.

Após menos de 24 horas do lamentável bate-boca no Parlamento Estadual, a atenção da imprensa e dos demais deputados estava voltado para qual seria o comportamento dos “brigões”. Em seus pronunciamentos, ambos estavam bem mais calmos e evitaram novas ofensas.

O primeiro a se pronunciar sobre o incidente do dia anterior foi o deputado Adriano Sarney. O “descontrole” demonstrado durante a discussão com o líder da base governista ficou para trás. O parlamentar do PV pediu desculpas pelo bate-boca que por muito pouco não chegou a agressões físicas. Segundo Adriano, os debates na Assembleia devem sempre acontecer, mas sem envolver “baixarias pessoais” e “questões familiares”.

“Subo hoje a esta tribuna para lamentar o ocorrido de ontem e dizer que eu peço desculpas à sociedade do Maranhão, aos deputados e às deputadas desta Casa. Ontem, me descontrolei. Acho que nós devemos conversar entre cada um e debater ideias, debater números, debater o que é bom para o Maranhão e deixar, à parte, as baixarias pessoais e deixar, à parte, as questões familiares, porque eu fico aqui, fiquei três anos e ouço questões sobre minha família, meu avô, meu tio, a empresa da minha família, o meu pai, e chega um momento que a gente… o corpo começa a virar, começa a entornar, a gente não aguenta mais”, disse o parlamentar.

Em seu pronunciamento, Adriano Sarney considerou o incidente como “lamentável”, mas garantiu que não aceitará ataques à sua família ou à família de qualquer outro deputado.

“Eu reprovo o que aconteceu. Estava seriamente, vamos dizer assim, possesso por uma emoção que eu venho segurando há três anos e que vou continuar sem admiti-la, vou continuar combatendo, pois, quando se colocam questões pessoais e questões familiares, seja da minha pessoa, seja de qualquer deputado, eu vou sair em defesa. Pode ser deputado da oposição, pode ser deputado de situação, se envolver questões familiares de cada deputado aqui, eu vou sair em defesa do deputado que será atacado em relação à família, em relação à pessoa dele”, explicou.

Não é bem assim

Após o pronunciamento de Adriano Sarney, foi a vez de o deputado Rogério Cafeteira se manifestar no plenário da Assembleia. O líder da base governista na Casa pediu desculpas pela discussão do dia anterior, mas garantiu que não fez nenhum ataque pessoal e que em nenhum momento faltou com respeito com a família Sarney.

Cafeteira defendeu, ainda, um debate de alto nível dentro do parlamento para defender a população maranhense.

“Eu tenho certeza que não é o tipo de discussão que se espera dentro de um Parlamento. Então, eu queria registrar minhas desculpas. Desde que me elegi deputado, eu jamais faltei com respeito com a família do deputado Adriano Sarney. Eu jamais fiz um ataque pessoal. Espero que daqui para frente a gente possa, eu e o deputado Adriano e todos aqui presentes, todos de governo e oposição, possamos fazer um debate no mais alto nível, defendendo sempre o melhor para a população do nosso estado”, explicou.

Tensão nas redes sociais

O clima tenso entre os deputados Adriano Sarney e Rogério Cafeteira começou bem antes de ambos adentrarem no plenário. Nas redes sociais, os parlamentares já haviam trocado farpas devido à questão econômica do Maranhão.

Deputado de oposição, Adriano apontou déficit econômico de mais de R$ 1 bilhão na semana passada, enquanto que, como líder da base governista, Cafeteira desmentiu a informação: a guerra entre os dois estava declarada. O assunto repercutiu em alguns veículos de comunicação e acabou indo ser discutido nas redes sociais pelos dois parlamentares.

A tensão entre os dois aumentou significativamente quando Cafeteira desafiou Adriano, dizendo que o deputado do PV estaria mentindo sobre o rombo econômico. “Quero ver é ter coragem de me desafiar na tribuna, contestando com argumentos reais esse devaneio de ‘menino maluquinho’”, publicou o líder da base governista.

Em resposta, Adriano disse estar pronto para o desafio: “Te enfrento na hora que quiseres. Mas você manda esvaziar o plenário para fugir do debate”. Em outro momento, o deputado da oposição ainda exigiu provas de que estivesse mentindo: “Quero que você prove que eu menti. É bom você provar que eu estou mentindo”, concluiu.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS