crime

Maranhense é morta a facadas ao pedir namorada em casamento no Distrito Federal

Anne Mickaelly foi assassinada pelo pai da namorada que não aceitou o pedido de casamento feito à filha

Reprodução

Uma jovem, identificada como Anne Mickaelly Monteiro Mendonça, de 22 anos, natural de Presidente Dutra, no interior do Maranhão, foi assassinada a facadas na noite do último sábado, 7, em Samambaia, no Distrito Federal.

O principal suspeito de cometer o crime é um homem de 46 anos, pai da garota com quem a vítima mantinha um relacionamento amoroso. O suspeito não teria ficado feliz ao saber que a filha recebeu um pedido de casamento de Anne.

No local, antes de fazer o pedido, Mickaelly soltou alguns fogos de artifício. Irritado, o suspeito pegou uma faca e correu atrás da vítima. Ao ser alcançada, o sogro golpeou a jovem na cabeça e no rosto. Anne morreu no local e o assassino fugiu. Ele permanece foragido.

A polícia civil do Distrito Federal ouviu testemunhas  do local onde ocorreu o crime que confirmaram terem visto o homem atacando a jovem. Informações dão conta que o homem já teria outras passagens pela polícia.

Anne Mickaelly era natural de Presidente Dutra, no Maranhão. Ela estava em Brasília a passeio e, segundo a polícia, não tem parentes na cidade. A reportagem de O Imparcial tentou entrar em contato com a família da vítima, mas não obteve resposta.

Leia também:

Assassinato de Anne Mickaelly: mais um caso de lesbofobia?

VER COMENTÁRIOS
LER MATÉRIA COMPLETA
MOSTRAR MAIS