FARSA

Mãe e filha forjam sequestro e são presas em São Luís

As duas armaram o sequestro para atingir o pai, já que a mãe não aceitava o término do relacionamento deles

Reprodução

Uma farsa foi desarticulada pela Polícia Civil do Maranhão, na madrugada desta sexta-feira, 26. Ana Tércia Macedo de Abreu, de 41 anos, e Ana Letícia de Abreu Ferreira, de 19, mãe e filha, foram presas por suspeita de forjar um sequestro.

Segundo informações da polícia, foi comunicado pela mãe à Superintendência Estadual de Investigações Criminais –SEIC, a ocorrência de que Ana Letícia teria sido sequestrada. Dado início das investigações, a polícia conseguiu localizar o cativeiro da ‘vítima’, localizado no Bairro de Fátima, em São Luís, e pasmem: era a casa da própria mãe, Ana Tércia.

Do mesmo local, as duas simularam uma fotografia, onde a vítima estava supostamente estava amarrada e amordaçada, a qual foi divulgada pela própria vítima. Na casa também foram encotrados diversos objetos utilizados na simulação do sequestro, como a mordaça e uma corda

Crime passional?

A polícia apurou que a intenção das mulheres era atingir o pai de Ana Letícia, ex-companheiro de Ana Tércia, identificado como Carlos Ronaldo Sales Ferreira. A mãe não aceitava o termino da relação e por isso investiu na farsa.

Ela também é suspeita de articular uma tentativa de homicídio contra Carlos, um dia antes da divulgação do falso sequestro. O homem foi alvejado por três disparos de arma de fogo por indivíduos em um veículo. A polícia suspeita que Ana Tércia teria alugado o veículo e fornecido aos executores. O carro foi localizado e apreendido.

Ana Tércia e Ana Letícia foram autuadas em flagrante pelos crimes de falso testemunho e comunicação de falso crime. Elas foram encaminhadas para o Centro de Triagem de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da justiça.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS