VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Polícia decreta prisão de Lúcio André por agressão à ex-mulher

O crime ocorreu na noite deste sábado, dia 11. O agressor, Lúcio André Silva Soares, é irmão do Prefeito de Pinheiro

Foi determinada a prisão preventiva de Lúcio André Silva Soares, que agrediu sua ex-companheira, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva, na noite do último sábado, dia 11. A prisão foi pedida pelo Ministério Público Estadual e acatada pelo Juiz Clésio Cunha, da Comarca de São Luís. O agressor havia sido liberado pelo Delegado Valber do Socorro Andrade Braga após pagar fiança de R$ 4.685,00.

A Promotora de Justiça Bianka Sekkef Sallem Rocha, autora do pedido do MP, observou que o arbitramento da fiança foi indevido, já que Lúcio André responde por crime de violência doméstica contra Ludmila, cometido no ano passado em em Pinheiro, quando ela estava grávida de 5 meses do filho do casal. O agressor deveria cumprir as medidas protetivas de urgência impostas.

Entenda o caso

Foi registrado no Plantão do Cohatrac na noite de sábado, dia 11, ocorrência de violência doméstica e lesão corporal. O agressor, Lúcio André Silva Soares, ex-companheiro da vítima e irmão do Prefeito de Pinheiro, espancou a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da saída do restaurante onde jantavam, na Lagoa da Jansen, até a casa da vítima, na Cohama. Lúcio teria ficado furioso após Ludmila se recusar a colocar foto do casal nas redes sociais e resistir entregar o celular ao agressor, que o tomou com violência.

Os golpes atingiram regiões vitais, como a cabeça, rosto e costas, além de braços e pernas. Lúcio André tentou, ainda, atropelar a vítima, mas foi impedido e contido por vizinhos. O agressor foi liberado após pagar fiança de R$ 4.685,00.

MOSTRAR MAIS