Entre Sambas e Projetos

Tiago Maci revela projeto de seu novo disco ‘Duas Sobras’

O cantor Tiago Maci investe em sua carreira musical produzindo músicas autorais para compor seu novo disco, Duas Sobras, realizado por uma campanha de financiamento coletivo lançada pelas redes sociais

Foto: Rick Ramos

Considerado um dos novos rostos da cena musical contemporânea de São Luís, o cantor Tiago Maci, que iniciou a carreira musical influenciado pelo rock e clás­sicos da Musica Popular Brasi­leira, eternizados por grandes nomes como Sergio Sampaio, Zeca Baleiro, Cartola, Noel Rosa, César Texeira, Antonio Vieira e outros, acaba de lançar nas re­des sociais uma campanha de financiamento coletivo para a realização do álbum Duas Som­bras, por meio da plataforma Kicante.

O produtor tem como meta arrecadar o valor de R$ 80 mil para custear os gastos da execução do disco como, por exemplo, cachê de músicos, ensaios, transporte, filmagens, mixagem, masterização, alimentação, além de outras demandas que estão previstas dentro do projeto. O cantor explicou que cada valor investido tem uma espécie de “recompensa”. Ou seja, quem quiser ajudar, pode contribuir a partir de R$ 15 e, dependendo do quanto for investido, a pessoa recebe um EP autografado, uma caricatura feita pelo pró­prio artista em preto e branco ou colorida, ou até um show ex­clusivo fechado de voz e violão por R$ 1.500, valor mais alto da contribuição.

Segundo Tiago Maci, Duas Sombras terá nove faixas auto­rais e conta ainda com par­ticipação especial dos cantores Lucas Ló e Giovanni Chaves, par­ceiros do cantor. Nesse trabalho, serão apresentadas para o pú­blico cinco canções inéditas e outras quatro que fazem parte do seu primeiro trabalho, o EP Mete o amor forte, produzido no ano de 2014 pelo produtor e músico João Simas, que tem como marca diversos gêneros que vão de sambas cadencia­dos, funks, blues, reggae, a psi­codelia, além de muita profun­didade lírica. “Convidei estes jovens músicos que já trabalha­ram comigo em outros trabalhos anteriores a este. Acredito que esta é uma forma de fazermos um intercâmbio e uma troca de conhecimento e informações, além de gerar comunicação e equilíbrio entre a cadeia pro­dutiva”, disse Tiago Maci.

O álbum Duas Sombras terá pro­dução musical e arranjos do músico e produtor maranhense Isaías Alves, e Marcelo Mariano, filho do pianista e compositor César Camargo Mariano e da cantora Maria Gata Mansa. Em entrevista a O Imparcial, Tiago Maci revelou que o conheceu quando estava em uma loja de vinis em São Paulo. “Foi muita sorte estar no lugar certo, na hora certa. Eu estava com meu violão e, quando o reconheci, me aproximei, me apresentei e perguntei a ele se poderia ou­vir minhas composições. E ele disse que sim. E após isso, per­guntei se ele poderia produzir o meu disco e ele disse que sim. E após algumas reuniões, surgiu a ideia da campanha de finan­ciamento coletivo pelas redes sociais, que tem sido uma fer­ramenta estratégica de muitos artistas que não têm poder aquisitivo suficiente para ban­car seus projetos culturais”, ex­plicou o cantor.

Tiago Maci lembrou ainda que Marcelo Mariano é um dos produtores mais influentes no momento e que já trabalhou com os maiores músicos e artis­tas que fazem parte da Música Popular Brasileira como Diane, Reves, Djavan, Ed Motta, Flá­vio Venturini, Gal Costa, Ivete Sangalo, Leila Pinheiro, Leny Andrade, Dani Black e outros.

Sobre a sua forma de com­por, Tiago Maci revelou a O Im­parcial que suas melodias se fundem com as letras de manei­ra que dão movimento e con­tinuidade. “A maneira com que as palavras são conectadas de forma singular eu considero impressionate, pois deixo de lado a contemplação refi­nada e rebuscada do que seria o amor convencional e mergu­lho na realidade, na maioria de minhas composições. Uso de muita sensibilidade”, disse o cantor. Quem quiser participar do financiamento coletivo do disco Duas Sobras basta aces­sar o link.

Sobre Tiago Maci

O cantor passou pelas bandas Mandarla e Saga dos salientes, que tiveram músicas executadas pela Rádio Universidade. Seu trabalho solo se iniciou por meio de apresentações no Movimento Sebo no Chão, no Bar Chico Discos, entre outros, apresentando a sua primeira composição, Samba do Fuleiro, ao lado do trompetista Bigorna. Em 2014, Tiago Maci lançou o seu primeiro EP, Mete o amor forte, por diversos festivais de música em São Luís, Rio de Janeiro, Curitiba, Paraná, além de deixar a sua impressão musical, em 2015, na coletânea de um songbook, em homenagem ao cantor Sérgio Sampaio.

MOSTRAR MAIS