ENSINO SUPERIOR

Estudantes pedem anulação de questões do PAES

Os estudantes tentam anular questões de Português e Matemática. O motivo seria a má formulação das perguntas, que teriam influenciado diretamente na resposta final

O gabarito da primeira etapa do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (Paes 2018), da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), divulgado oficialmente na última terça-feira, dia 24, motivou a formulação de uma série de recursos por parte dos candidatos que fizeram a prova no domingo passado, dia 22. Os estudantes tentam anular questões de duas disciplinas: Português e Matemática. O motivo seria a má formulação das perguntas, que teriam influenciado diretamente na resposta final dos candidatos.

“Acabou que tiveram questões mal formuladas, que por sinal é uma falta de respeito aos alunos que passaram o ano estudando e, além disso, tem questões como a segunda e a quarta de Português que não houve coerência entre o texto e o gabarito”, afirmou uma candidata ouvida pela reportagem, que preferiu não ter o nome divulgado.

Em uma das questões da prova de Matemática, a reclamação se resumiu a um possível erro de digitação em uma determinada equação. “Teve uma questão de Matemática que estava mal formulada, porque ela trazia uma equação e, no meio dessa equação trazia ‘1.1’, o que não faria sentido para uma multiplicação de um vezes um. Muita gente considerou ‘1,1’, o que era mais apropriado para esse tipo de questão. E aí teve esse conflito pela má digitação”, disse a candidata, que entrou com recurso junto à Uema na última quinta-feira, 26.

Interpretação

O jornal O Imparcial também constatou reclamações a respeito da prova de Português. Em pelo menos três questões, as respostas possuíam mais de uma alternativa correta, dependendo da interpretação do aluno. Isso revoltou os alunos e chamou a atenção também de professores.

“Houve algumas questões mal confeccionadas, especialmente da prova de Português e Literatura. Além de a prova ter sido, em tese, fácil, ela contou com questões mal feitas, de maneira tal que dependia da interpretação igual à do elaborador para acertar a questão e havia duas ou três interpretações possíveis. A questão tem que ser autointerpretada, qualquer pessoa tem que entender o que ele [elaborador] quer. A questão tem de ser clara em si mesma. Isso gerou uma dúvida por parte dos alunos”, comentou o professor Antônio Mendonça ao jornal O Imparcial.

Por telefone, a reportagem entrou em contato com a Uema para saber como a instituição irá proceder com os recursos dos candidatos Paes 2018. A comissão responsável pelo seletivo se limitou a dizer que, “de acordo com o edital, a Uema tem 15 dias para dar um retorno a estes candidatos. Todos os recursos estão sendo analisados e vão ser respondidos dentro do prazo”.

Segunda etapa

A segunda prova do Paes 2018 será realizada somente no dia 26 de novembro de 2017. Só poderá participar dessa etapa do vestibular, o candidato que estiver incluído até o quádruplo do número de vagas oferecidas por curso, turno, centro e campus da Uema e da Uemasul (em decorrência de ajuste consolidado por meio do Termo Aditivo n.º 1 ao Termo de Cooperação – Protocolo de Transição entre as Instituições de Ensino Superior). A lista com o nome dos candidatos convocados para a segunda etapa do Paes 2018 será divulgada dia 14 de novembro de 2017. Na segunda etapa, a prova será constituída de 12 (doze) questões analítico-discursivas, abrangendo conteúdos programáticos de dois componentes curriculares que integram o ensino médio, específicos por curso, e prova de produção textual, segundo as diretrizes dos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCNs.

MOSTRAR MAIS