SAÚDE

Deficiência na tireoide: Causas, sintomas e prevenção

Tireoide é uma das maiores glândulas do corpo humano. Ela age na função de órgãos importantes como o coração, cérebro, fígado e rins.

Foto: Reprodução

A tireoide 
É um pequeno órgão localizado no pescoço, logo abaixo do chamado “pomo-de-adão”. O funcionamento da glândula é regulado pela hipófise, localizada junto ao cérebro. A hipófise produz o hormônio estimulante TSH, que leva a tireoide a produzir T3 e T4.

Causas
A causa mais comum do hipotireoidismo é a chamada tireoidite de Hashimoto, uma espécie de inflamação na glândula gerada por uma falha no sistema imunológico. Cirurgia da tireoide, uso de iodo radioativo de medicações em alguns tratamentos e falha na produção de TSH pela hipófise também podem causar a doença. Há ainda quem nasça com o problema, detectado no teste do pezinho.

Sintomas
Os mais comuns são cansaço, indisposição, humor deprimido, pele ressecada, cabelos e unhas secos e quebradiços, ganho de peso (normalmente não mais do que dois a quatro quilos) e sensação de frio excessivo. Pode causar elevações no colesterol e alterações no funcionamento cardíaco.

Diagnóstico
Para casos primários, é realizado a partir da avaliação do nível de TSH no organismo, por meio de exame de sangue.

Tratamento
Normalmente, é feito com a suplementação diária de levotiroxina, versão sintética do T4, tomada na forma de comprimidos.

Prevenção
Não há como prevenir a maioria dos casos de hipotireoidismo. A deficiência de iodo já foi a principal causa do aumento do volume da tireoide e da disfunção hormonal, mas a introdução do iodo no sal ingerido diariamente reduziu a prevalência dos transtornos.

Alimentos para regular a tireoide

SALMÃO: o peixe de água fria vai além dos benefícios proporcionados pela vitamina D. Ele é rico em potássio, selênio, fósforo e vitaminas do complexo B, e por isso, é bastante recomendado por satisfazer as necessidades de nutrientes no controle da tireoide.

CASTANHA-DO-PARÁ: com a combinação de selênio e zinco, essa pequena semente pode fazer uma enorme diferença quando o assunto é controle de tireoide. Enquanto o selênio ajuda na regulação da alteração de T3 para T4, o zinco é recomendado para o processo inverso, ou seja, de T4 para T3.

ABACATE: essa fruta, que pode ser consumida tanto em pratos doces quanto salgados, é ideal para quem procura uma fonte de potássio. Sua composição é rica em gordura boa e em vitamina E, e uma dieta balanceada nesses componentes é fundamental para a prevenção de doenças no coração e alterações cardíacas causadas pelo descontrole de tireoide.

MOSTRAR MAIS