5 A 11 DE OUTUBRO

Cine Praia Grande divulga programações de filmes

O cinema fica localizado no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na Praia Grande.

Foto: Reprodução

Fique por dentro da programação do Cine Praia Grande, que fica localizado no Centro de Criatividade Odylo Costa Filho, na Praia Grande.

BLADE RUNNER
O CAÇADOR DE ANDRÓIDES, EUA, 115 min, 12 anos. Ficção Científica. De Ridley Scott. No início do século XXI, uma grande corporação desenvolve um robô que é mais forte e ágil que o ser humano e se equiparando em inteligência. São conhecidos como replicantes e utilizados como escravos na colonização e exploração de outros planetas. Mas, quando um grupo dos robôs mais evoluídos provoca um motim, em uma colônia fora da Terra, este incidente faz os replicantes serem considerados ilegais na Terra, sob pena de morte. A partir de então, policiais de um esquadrão de elite, conhecidos como Blade Runner, têm ordem de atirar para matar em replicantes encontrados na Terra, mas tal ato não é chamado de execução e sim de remoção. Até que, em novembro de 2019, em Los Angeles, quando cinco replicantes chegam à Terra, um ex-Blade Runner (Harrison Ford) é encarregado de caçá-los. O clássico de 1982, na versão “Final Cut”, a cópia definitiva do filme segundo o diretor Ridley Scott.
Sessões
17h10 – Sexta
18h10 – Quinta
20h10 – Sábado e Domingo

NOCTURAMA
Franca / Bélgica / Alemanha, 130 min, 16 anos. Drama. De Bertrand Bonello. Elenco: Finnegan Oldfield, Hamza Meziani, Vincent Rottiers. Um grupo multirracial de jovens franceses executa ataques em Paris. Eles expõem um corte da sociedade francesa contemporânea. A adrenalina dá lugar a um tempo em suspenso quando os terroristas se escondem em uma loja de departamento desocupada. O longa começou a ser pensado décadas antes dos ataques a Paris em novembro de 2015, revelando-se um presságio aterrador.
Sessões
15h00 – Sexta
20h00 – Terça

L’APOLLONIDE – OS AMORES DA CASA DE TOLERÂNCIA
França, 120 min, 18 anos. Drama. De Bertrand Bonello. Elenco: Hafsia Herzi, Jasmine Trinca, Adele Haenel. O bordel L’Apollonide está vivendo seus últimos dias de funcionamento no início do século 20. Mas é neste mundo reservado que muitos homens se apaixonam e se entregam, tornando-se muitas vezes dependentes das “companheiras”, com quem dividem seus segredos, medos e dores.
Sessões
16h00 – Quinta

Especial SEMANA DA CRIANÇA
Em exibição de 8 a 15 de outubro, em comemoração da semana da criança, o Cine Praia Grande preparou uma seleção de filmes para os amantes do cinema de todas as idades, em versões dubladas. Clássicos e filmes cultuados, para que os mais jovens vivam a imensidade do cinema.

Domingo, 08 de outubro
15h00 – A HISTÓRIA SEM FIM, de Wolfgang Petersen

Segunda, 09 de outubro
14h00 – ALADDIN, de Ron Clements, John Musker
16h00 – SPACE JAM: O JOGO DO SÉCULO, de Joe Pytka

Terça, 10 de outubro
14h00 – PETER PAN, de Clyde Geronimi
16h00 – ROBIN HOOD, de Wolfgang Reitherman

Quarta, 11 de outubro
14h00 – BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES, de Walt Disney
16h00 – PINÓQUIO, de Ben Sharpsteen

Quinta, 12 de outubro
15h00 – DUMBO, de Ben Sharpsteen
16h10 – O REI LEÃO, de Rob Minkoff

Sexta, 13 de setembro
14h00 – 101 DÁLMATAS, de Wolfgang Reitherman
16h00 – CINDERELA, de Clyde Geronimi

Sábado, 14 de outubro
14h00 – OS GOONIES, de Richard Donner
16h00 – ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS, de Clyde Geronimi

Domingo, 15 de outubro
14h45 – BAMBI, de Walt Disney
16h00 – A PEQUENA SEREIA, de Ron Clements, John Musker

Ingressos promocionais: R$ 6,00
Todos os filmes da Semana da Criança serão exibidos em cópias dubladas.

Sessão GRINDHOUSE
Um novo conceito de exibição no Cine Praia Grande, que se baseia nas programações dos antigos Drive-In homenageados por Quentin Tarantino no filme “Grindhouse”. A exibição, que acontecerá uma vez por mês terá filmes considerados de “série B” por uma cinefilia menos atenta e mais preconceituosa. Uma sessão dupla, com filmes que de um certo modo dialogam entre si. A primeira sessão terá os clássicos DESPERTAR DOS MORTOS de George Romero – falecido recentemente – e sua sequência não oficial ZOMBIE 2, de Lucio Fulci, mestre do terror italiano.

*A sessão inicia na sexta, às 19h00 e o ingresso é válido para os dois filmes.

Ingressos no valor de: R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia).

O DESPERTAR DOS MORTOS
Eua, 115 min, 16 anos. Terror. De George Romero. Os Estados Unidos está sendo devastado por uma epidemia que transforma pessoas em zumbis assassinos. As causas são desconhecidas, mas todos os cadáveres que são afetados pelo vírus se tornam mortos-vivos, famintos por carne humana. Diante deste cenário de caos e desolação, o governo recruta uma equipe para acabar com a ameaça. Dois membros dessa equipe, Peter (Ken Foree) e Roger (Scott Reiniger) foram incumbidos de exterminar os zumbis de um conjunto habitacional em Pittsburgh. Porém, a missão fica complicada e os agentes pedem ajuda a Stephen (David Emge), um piloto de helicóptero e sua namorada Frances (Gaylen Ross). Os quatro se refugiam em um shopping local, mas eles não vão conseguir se esconder por muito tempo.
Início: Sexta, às 19h00

ZOMBIE 2: A VOLTA DOS MORTOS
Itália, 115 min, 16 anos. Terror. De George Romero. Na baía de Nova York, o guarda de um barco é atacado por um zumbi. O dono do barco é um cientista que está desaparecido em uma ilha no Caribe. Após o ocorrido, sua filha, Ann (Tisa Farrow) decide ir até a ilha junto com o jornalista, Peter West (Ian McCulloch). Eles contratam um barco de um casal em férias para procurar o pai de Ann. No entanto, ao chegar na ilha eles descobrem que existem zumbis sedentos por carne humana.
Início: Sexta, às 21h10

Sessão Especial

IT – UMA OBRA-PRIMA DO MEDO (1990)
Eua, 185 min, 16 anos. Drama. De Tommy Lee Wallace. Elenco: Tim Curry, John Ritter. Derry, no Maine, é uma pacata cidade que foi aterrorizada 30 anos atrás por um ser conhecido como “A Coisa”. Suas vítimas eram crianças, sendo que se apresentava na maioria das vezes como o palhaço Pennywise. Com esta forma ele reaparece, 30 anos depois. Quem sente sua presença é Michael Hanlon (Tim Reid), um bibliotecário e único de um grupo de sete amigos que continuou morando em Derry. Assim ele liga para Richard Tozier (Harry Anderson), Eddie Kaspbrak (Dennis Christopher), Stanley Uris (Richard Masur), Beverly Marsh Rogan (Annette O’Toole), Ben Hanscom (John Ritter) e William Denbrough (Richard Thomas), pois todos os sete quando jovens viram “A Coisa” e juraram combatê-la caso surgisse outra vez. Porém este juramento pode custar suas vidas.
Sessões
Domingo, às 17h00
Quarta, às 19h00
Ingresso promocional: R$ 6,00

Sessão CineClassics

O MEDO
Itália, 105 min, 14 anos. Drama. De Roberto Rossellini. Elenco: Ingrid Bergman. Irene Wagner (Ingrid Bergman) é casada com um famoso cientista alemão, o professor Albert Wagner (Mathias Wieman), mas mantém um relacionamento amoroso com Erich Baumann (Kurt Kreuger). Ela esconde a verdade do marido, tentando preservar a imagem de seu “casamento perfeito”, apesar da culpa que sente. Quando uma namorada ciumenta de Erich descobre o caso dos dois, ela começa a chantagear Irene, aterrorizando sua vida. Ao descobrir que a extorsão era, na verdade, um experimento, Irene tem um ataque de raiva.
Sessão única: Sábado, às 15h30
Ingresso promocional: R$ 6,00

Sessão do Simpósio de Políticas e Lutas Sociais
REDS, EUA, 220 min, 12 anos. Drama. De Warren Beatty. Elenco: Warren Beatty, Diane Keaton. Pouco antes da Primeira Guerra Mundial, John Reed (Warren Beatty), um jornalista americano, conhece Louise Bryant (Diane Keaton), mulher casada que larga o marido para ficar com ele e se torna uma importante feminista. Os dois se envolvem em disputas políticas e trabalhistas nos Estados Unidos e vão para a Rússia a tempo de participarem da Revolução de outubro de 1917, quando os comunistas assumiram o poder. Este acontecimento inspira o casal, que volta à América esperando liderar uma revolução semelhante.
Sessão única: Segunda, às 17h30
Entrada gratuita

Cineclube Amarcord
CONVERSAS NO MARANHÃO
Brasil, 120 min, 12 anos. Documentário. De André Tonacci. Realizado entre os anos de 1977 e 1983, Conversas no Maranhão nasceu do contato do diretor e fotógrafo Andrea Tonacci com os índios Canela Apãniekra nos anos 1970. Durante a demarcação de suas terras pela Funai, índios Canela Apãniekra decidem interromper o trabalho dos topógrafos para enviar suas reivindicações para Brasília. Mais do que um documentário, Conversas no Maranhão se tornou um manifesto dos índios ao governo brasileiro.
Sessão única: Terça, às 18h00
Entrada gratuita.

MOSTRAR MAIS