Balaiada

Praça Negro Cosme é inaugurada na Fé em Deus

Construída pelo Governo do Estado, o local de lazer foi entregue a população na manhã desta sexta-feira (8)

Espaço de cultura, lazer e interação social, a Praça Negro Cosme, no bairro Fé em Deus, em São Luís, homenageia um dos mais importantes líderes do movimento da Balaiada. Construída pelo Governo do Estado, a praça será entregue à população, nesta sexta-feira (08), a partir das 9h. Na ocasião, o governador Flávio Dino entrega, também, a nova sede do Centro de Referência Especializado (Creas). As solenidades marcam o aniversário de 405 anos de São Luís.

A construção da praça faz parte do pacote de serviços do governo estadual para recuperar, restaurar e construir espaços públicos. O Creas proporciona aos moradores da área atendimento especializado e alternativa de cultura e lazer com itens coletivos, como playground e academia ao ar livre.

O projeto será integrado ao Centro de Referência em Igualdade Racial e Iniciação ao Trabalho, onde vão ser organizadas atividades voltadas para desenvolvimento da economia criativa da região, tendo como referência a produção cultural de matriz africana que é diversificada na região. No espaço serão oferecidos, além de serviços de assistência social, capacitações e oficinas.

O secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, explicou que as ações beneficiam um dos bairros de São Luís com maior histórico de permanência de comunidades quilombolas. A ideia, segundo ele, é que a praça agregue as pessoas e estimule a prática da economia criativa da comunidade.

O Creas vai oferecer serviços especializados e continuados a pessoas e famílias em situação de risco ou violação de seus direitos, fortalecendo vínculos familiares e comunitários, priorizando a reconstrução de suas relações familiares e favorecendo a superação da situação apresentada.

Herói das Lutas contra a escravidão

O nome da praça no bairro exalta Negro Cosme, um dos líderes da Revolta da Balaiada, uma das maiores rebeliões populares da História do Brasil ocorrida no Maranhão e Piauí, no século XIX, entre 1838 a 1841. Ele liderou escravos de várias fazendas às margens do Rio Itapecuru.

No final de 1839 ele já era conhecido como Imperador da Liberdade. Negro Cosme foi enforcado em Itapicuru-Mirim, provavelmente em 20 de setembro de 1842. Hoje, ele é um dos símbolos nacionais da luta contra a escravidão. Com a homenagem, a praça teme significativa importância para a história da população negra quilombola do Brasil.

MOSTRAR MAIS