ROCK IN RIO

Não teve Gaga, mas teve Pabllo; maranhense agita noite

A drag queen maranhense apresentou seus sucessos na Cidade do Rock nesta sexta-feira

Foto: Juliana Ribeiro/ O Imparcial

Rio de Janeiro – Pabllo Vittar é ronquenrou. Não pelo estilo, evidente, mas é inegável a atitude e o status que a drag queen ostenta após passar por uma infância difícil por conta do preconceito e homofobia em Santa Inês, Maranhão, e chegar a um patamar inédito. Vittar se apresentou hoje na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro, e chegou com humildade: “pra quem não me conhece, eu sou Pabllo Vittar!”. Quem não? Os milhões de visualizações nas plataformas digitais, shows lotados por todo o Brasil, aparições em rede nacional e parcerias internacionais comprovam que hoje a drag já é um ícone pop declarado desta geração.

Pabllo cantou num palco não-oficial do festival, que se revelou pequeno para a artista. O público, aliás, com gritos de “maravilhosa”, “pisa menos” e “vai pro Palco Mundo”, acabou se reconfortando na drag diante do cancelamento do show de Lady Gaga, outra diva dos LGBTs.

A drag performou suas músicas mais conhecidas, entre elas “K.O”, “Corpo Sensual”, “Sua Cara” e “Indestrutível”, enquanto o coro da platéia se sobrepunha à voz de Pabllo. Apesar de problemas técnicos com o som, que impediu que a voz aguda da cantora chegasse a todo o público, a conterrânea não decepcionou. É isso aí, Pabllo! Ganhe o Brasil, e, quem sabe, o mundo.

Rock in Rio

O Rock in Rio abriu seus portões oficialmente na tarde desta sexta-feira (15). O festival, um dos maiores do mundo, conta hoje no Palco Mundo com os shows de Ivete Sangalo, Pet Shop Boys, 5 Seconds of Summer e Maroon 5, que substitui Lady Gaga. A Cidade do Rock segue montada até o próximo fim de semana.

MOSTRAR MAIS