Fé e devoção

Festejo de São José de Ribamar encerra neste domingo

A programação oficial da festa começou em primeiro de setembro, acompanhando a tradição da lua cheia

Reprodução

No ano de comemoração do centenário de inauguração da igreja matriz de São José de Ribamar, o Santuário do Padroeiro do Maranhão esteve empenhado em acolher os incontáveis romeiros e devotos que participaram das missas, romarias e novenas em homenagem ao santo. O festejo, realizado tradicionalmente, parte agora para seu encerramento neste domingo (10), arrastando fiéis por São José de Ribamar.

A programação tem início às 6h da manhã com missa na Concha Acústica. Os espaços de adoração ocorrem, também, às 8h30, 10h (com batizados), 11h, 13h e 14h30. A romaria de encerramento, também chamada de procissão de encerramento, saíra da igreja às 16h e percorrerá a Avenida principal da Cidade Santuário. Na chegada da romaria, o arcebispo metropolitano de São Luís presidirá a missa campal de Encerramento da Festa de São José de Ribamar 2017, na Concha Acústica.

A programação oficial da festa começou em primeiro de setembro, acompanhando a tradição da lua cheia. “É um importante momento de encontro e oração, que faz elevar índices econômicos, sociais e culturais da cidade-santuário e de grande parte do Maranhão”, apontou o padre Cláudio Roberto, reitor do santuário.

Este ano, o festejo fez referência ao Ano Mariano, com o tema: “São José de Ribamar, artesão da fé, esposo de Maria, a mãe do salvador”. Segundo o arcebispo de São Luís, dom José Belisário da Silva, “quando se fala em Maria, nós lembramos também de São José, por isso festejá-lo e esta festa tem uma relevância muito grande, por envolver todo o estado do Maranhão”.

Para os romeiros, o festejo é uma oportunidade de renovar a fé em Deus e alcançar graças pela intercessão de São José de Ribamar. “Ele é meu padrinho e todo ano, eu fico muito emocionada quando estou aqui. Ele é um bom pai para todos nós”, contou a devota e afilhada Maria do Perpétuo Socorro.

Ao longo das novenas, os convidados foram marcando presença, como o pernambucano frei Jeferson, da congregação Servos do Sagrado Coração de Jesus, que esteve no santuário no dia dedicado aos religiosos e religiosas. “Viemos prestigiar essa grande devoção popular dos maranhenses. São José é um grande professor, que nos ensina a acolher a vontade de Deus”, declarou.

De acordo com o reitor do santuário, padre Cláudio Roberto, o principal objetivo foi cumprido. “O festejo foi um ato de louvor a Deus, um grandioso momento de evangelização e encontro de pessoas”. Em 2018, o festejo de São José de Ribamar acontecerá de 21 a 30 de setembro.

É oportuno destacar que o encerramento do festejo de setembro é a única data no ano em que a imagem principal de São José de Ribamar desce do altar e é colocada no andor para veneração nas missas e procissão.

MOSTRAR MAIS