Dia das Crianças

Desconfiança volta a atingir vendas no mercado de SL

Pesquisa da Fecomércio-MA revela queda na intenção de consumo para o Dia das Crianças.

Foto: Reprodução

O levantamento de intenção de consumo para o Dia das Crianças 2017, realizado pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA), demonstra que 55,6% dos ludovicenses pretendem comprar algum produto para presentear em função da data. Embora seja um índice expressivo, com mais da metade dos consumidores dispostos às compras, na comparação com o mesmo período do ano passado, os dados revelam uma retração de -15,9% no nível de consumo. Por outro lado, 15% dos consumidores mostraram-se indecisos quanto ao consumo. O que reflete em um aumento expressivo superior a 200%, entre os consumidores que vão deixar para última hora a decisão de compras.

De acordo com a Fecomércio, as razões para o aumento da desconfiança dos consumidores está relacionada ao período em que o estudo foi realizado, entre os dias 9 e 13 de setembro, quando surgiam novas notícias na mídia sobre a possível existência de uma segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Com isso, embora o cenário econômico esteja bastante favorável em meio às previsões positivas de recuperação econômica, possivelmente o último trimestre do ano pode sofrer com um novo cenário de instabilidade política, caso seja aceita a denúncia contra o Governo Federal.

Destaques

O estudo realizado pela Federação do Comércio do Maranhão para o Dia das Crianças 2017 demonstra que após dois anos em segundo lugar, a intenção de comprar presentes no Centro Comercial/Rua Grande voltou para a primeira posição, alcançando 43,3% de preferência dos consumidores, o que revela um aumento de 7,71% em relação a 2016. Em seguida, estão as lojas do Shopping Center, que alcançaram 31,3% de preferência, demonstrando uma redução de -34,11% em relação ao mesmo período do ano passado.

Entre os produtos preferidos deste ano, a lista de presentes é liderada por brinquedos, com 58,9% de intenção de consumo, e artigos de vestuário com 28,4%. Esses dois tipos de produtos registraram, respectivamente, aumento de 2,8% e 8,4% nas intenções de compra em relação ao ano passado. Também compõem a lista de preferência dos consumidores os aparelhos/jogos eletrônicos (12,1%), sapatos (4,1%), videogame (1,8%), material esportivo (1,6%) e bicicleta (1,6%).

Balanço de Gastos

O valor médio do presente pretendido pelo consumidor para o Dia das Crianças deste ano foi calculado em 88 reais, enquanto o valor médio total das compras para a data, incluindo quem deseja comprar mais de um presente e quem deseja gastar com as comemorações, ficou em torno de 186 reais. Quando comparado com o mesmo período do ano passado, o valor médio do presente recuou -7,37% e a pretensão de gastos geral das compras cresceu 1,64%.

Quanto aos pagamentos, 73% dos consumidores afirmaram que deverão realizar as compras para o Dia das Crianças utilizando a modalidade à vista, sendo que desse total, 53,7% pretendem utilizar dinheiro em espécie e 19,3% têm intenção de usufruir do cartão de débito. Em segundo lugar, aparece o uso do cartão de crédito com 22,7% de preferência, o que representa uma redução de -36,77% em relação a 2016.

MOSTRAR MAIS