MÚSICA

Anvil realiza show histórico em São Luís

Em show considerado histórico, a Anvil, banda canadense que influenciou outras grandes bandas de heavy metal como Megadeth, Slayer, Anthrax e Metallica, faz apresentação em São Luís

Reprodução

A banda canadense de heavy metal Anvil, formada em Toronto, Ontário, em 1978 faz apresentação histórica, em São Luís, amanhã, a partir das 18h, na Fanzine, na Beira-Mar. Composta por Steve “Lips” Kudlow (vocal, guitarra), Robb Reiner (bateria) e Chris Robertson (baixo), a banda, que já lançou quinze álbuns de estúdio, é citada como um importante grupo na cena do metal, influenciando bandas como Megadeth, Slayer, Anthrax e Metallica.

O show terá a abertura dabandas maranhenses Jack Devil, que fará seu primeiro show em São Luís depois da seu bem-sucedido tour na Europa, e da School Thrash, banda com quatro anos de existência, mas que já está prestes a lançar seu segundo CD, além de já ter feito uma extensa tour pela América do Sul em 2016.
Considerada uma das bandas mais importantes do rock mundial, a Anvil está celebrando 40 anos de estrada, 40 anos de irmandade entre dois amigos leais e 40 anos de uma fé inabalável pelo heavy metal. A trajetória da banda se iniciou em abril de 1973, quando o guitarrista Steve “Lips” Kudlow e o baterista Robb Reiner começaram a tocar juntos em Toronto. Só em 1978, eles se juntaram a Dave Allison (guitarra e vocais) e Ian Dickson (baixo), que saíram logo depois, dando lugar apenas a Glenn Five (baixo).

Um dos momentos mais marcantes da história da Anvil foi quando em 1981 lançaram, independentemente, o álbum Hard ‘N Heavy. Pouco depois, assinavam contrato com a editora Attic Records, que relançou o álbum. No ano seguinte, a banda lançou o álbum Metal on Metal e, em 1983, foi a vez de Forged in Fire. Dois anos depois, o álbum Backwaxed foi lançado. Em 1987, depois de terem mudado para a editora Metal Blade Records, a banda lançou Strength Of Steel, Pound for Pound (1988) e Past and Present – Live in Concert (1989). Em 1991, voltam a mudar de gravadora, desta vez para a Maximum Records. Nesse mesmo ano, é lançado Worth the Weight, fazendo com que a banda percorresse o mundo para mostrar a que veio.

Sem gravadora

Em 2015, a Anvil desprendeu-se de gravadoras e de instituições que, segundo eles, manipularam e ridicularizaram a banda por anos. A ideia era se conectar diretamente com os fãs, e para tanto, escolheram ao site PledgeMusic para viabilizar tal aproximação. Além de lançar um novo disco com a pegada do “metal tradicional com muitos elementos de classic rock, sem concessões a modinhas”, como eles mesmos classificaram, a banda ofereceu privilégios aos fãs que se engajaram com o projeto. Na época, o site PledgeMusic, mediante pagamento, ofereceu experiências interativas ao vivo e conteúdo exclusivo em troca.
Com cada pré-encomenda, os participantes tiveram um “AccessPass”, que os dava conteúdo exclusivo aos bastidores, vídeos, fotos e mensagens da banda, onde os fãs tiveram uma oportunidade única de comprar: uma aula de bateria ao vivo ou por Skype com Robb Reiner, uma aula de guitarra ao vivo ou por Skype com Lips, uma gravação de um backing vocal no novo disco ou ainda uma chance de assistir a um ensaio ao vivo, além de outras promoções.

Novo disco para 2018

No ano passado, a banda lançou via SPV/Steamhammer o clipe Zombie Apocalypse, que integra o décimo sexto álbum de estúdio do tradicional grupo canadense. Sucessor de Hope In Hell (2013), o disco foi gravado, no Redhead 4 Studios, em Pulheim, Alemanha, com o produtor Martin “Mattes” Pfeiffer (U.D.O.). Além de Steve “Lips” Kudlow (vocal e guitarra) e Robb Reiner (bateria), o conjunto contou com Chris Robertson (contrabaixo e vocais adicionais). Anvil Is Anvil é a sua primeira gravação com a banda. Ele foi efetivado em 2014, no lugar de Sal Italiano. A arte de capa do trabalho foi criada pelo próprio baterista Robb Reiner. Mesmo com uma agenda lotada de apresentações por várias partes do mundo, a Anvil anunciou que vai lançar o décimo sétimo álbum de sua carreira em 2018. O disco já tem nome – Pounding The Pavement – e capa. A banda lançou uma campanha de financiamento coletivo para bancar o disco, que pode ser acessada no link https://www.pledgemusic.com/projects/anvil-pounding-the-pavement. Enquanto isso não acontece, a banda vai construindo uma carreira e tornando-se uma referência para as velhas e novas gerações amantes do heavy metal nos quatro cantos do mundo.

Sobre a Jack Devil

A banda Jack Devil, que atravessou o continente e voou em direção à Europa, realiza a sua primeira apresentação em São Luís, após apresentar a Satan Command European Tour em cinco países diferentes. A banda também está com o novo baterista oficial, Fernando Hellboy. A Jack Devil foi formado no fim do ano de 2010 pelo vocalista e guitarrista André Nadler e o baixista Renato Speedwolf. Em 2011, foi estabelecida a formação oficial, contando com o guitarrista Ric Mukura e com Filipe Stress na bateria. No ano seguinte, lançaram de forma independente seu primeiro material oficial, a demo tape Under the Satan Command (2012), gravada e mixada em apenas um dia pelos próprios integrantes.
​Ainda no início de 2013, a banda lançou seu segundo material de estúdio, o EP Faster Than Evil, e começou a viajar tocando em vários shows pelo Brasil, inclusive várias datas em São Paulo. Em 2015, a Jack Devil produziu seu segundo full-length, intitulado de Evil Strikes Again, gravado e mixado pelo próprio baterista da banda e novamente lançado pela gravadora Urubuz Records. Atualmente, a banda trabalha na produção do seu terceiro disco de estúdio e se mantém ativa com shows pelo Brasil. O quarteto já tem data marcada para voltar ao continente. Em abril de 2018, fará mais 15 shows por países como Portugal, Espanha e Itália.

MOSTRAR MAIS