Tecnologia

Mais seis juizados de São Luís já podem intimar via WhatsApp

A corregedora-geral, desembargadora Anildes Cruz, entregou, na manhã desta quinta-feira (17), mais seis “smartphones” aos magistrados

Corregedora Anildes Cruz entrega aparelhos celulares para juízes.

Corregedora Anildes Cruz entrega aparelhos celulares para juízes.

Dando continuidade ao calendário de entrega dos aparelhos celulares para intimação de partes processuais por meio do aplicativo WhatsApp nos juizados cíveis e da fazenda pública, a corregedora-geral, desembargadora Anildes Cruz, entregou, na manhã desta quinta-feira (17), mais seis “smartphones” aos magistrados dos juizados localizados no Fórum Des. Sarney Costa.

Os aparelhos foram entregues aos juízes do 1º e 3º juizados criminais; 3º e 8º juizados cíveis; Juizado da Fazenda Pública; e ao titular do 11º Juizado Cível e das Relações de Consumo, localizado no Anil.

A corregedora ressaltou que esse avanço é fruto de um esforço conjunto da Corregedoria e Presidência do Tribunal de Justiça para modernizar o Judiciário e reduzir custos. “O Conselho Nacional de Justiça, ao recomendar a utilização dessa moderna ferramenta para intimação de partes em processos, nos proporcionou redução de custos e celeridade processual”, frisou Anildes Cruz.

A juíza Marcia Chaves, coordenadora dos Juizados Especiais e titular do 3º Juizado Criminal, também recebeu um aparelho para a utilização na unidade. Segundo a magistrada, a utilização do aplicativo para as intimações vai agilizar o trâmite processual das ações, em conformidade com a Lei 9.099/95 (Juizados Especiais), e reduzir os gastos com suprimentos, pois evita a impressão de expedientes e o deslocamento de oficiais de Justiça para diligências dessa natureza.

Para o juiz Talvick de Freitas, do 11º Juizado Cível, o incremento dessa ferramenta vai contribuir para o aperfeiçoamento do trabalho desenvolvido na unidade judicial.

MOSTRAR MAIS