Eleições 2018

Grato à Sarney, Lula põe em cheque aliança com Dino

Pela proximidade entre os ex-presidentes, a passagem de Lula pelo Maranhão no início de setembro ganha um ponto de interrogação: como será o comportamento de Lula diante de Flávio Dino e José Sarney?

Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue sua caravana pelos estados do Nordeste. Apesar da tentativa de aproximação de Lula com os nordestinos, a viagem tem todo o caráter político. Em Pernambuco, Lula foi questionado, por rádios locais, sobre seus aliados políticos. E a resposta de Lula, apesar de ter sido em solo pernambucano, recai no Maranhão, tendo em vista que o ex-presidente disse ter uma espécie de “gratidão” para com o também ex-presidente José Sarney.

A tal gratidão da qual se refere é um elemento muito importante no cenário político maranhense, principalmente a pouco mais de um ano das próximas eleições. Lula não esconde de ninguém ser amigo de Sarney. Tanto que, nas eleições de 2010 e 2014, partiu de Lula a ordem para o PT apoiar os candidatos do grupo Sarney contra o atual governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

“Sou grato a Sarney. É importante que se diga. Sou grato a Sarney como presidente do Senado. Teve um tempo que as pessoas queriam que eu rompesse com Sarney. E eu iria ganhar de presente o Marconi Perillo [PSDB] como presidente do Senado. Eu deixaria de ter um tubarãozinho manso para ter um tubarão louco mordendo até o pé”, afirmou o ex-presidente da República em entrevista em Pernambuco.

Pela proximidade entre os ex-presidentes com o acréscimo desta declaração, a passagem de Lula pelo Maranhão no início de setembro ganha um ponto de interrogação: como será o comportamento de Lula diante de Flávio Dino e José Sarney? Quem, de fato, terá o apoio de Lula?

Interesses

Os dirigentes do PT maranhense garantem que não há nenhuma hipótese de que o ex-presidente desvie seu foco no estado para um possível encontro com o grupo Sarney. Os petistas tentam fechar a agenda de Lula no Maranhão em torno das ações do partido e da aproximação com Dino.

Para os comunistas, seria uma maneira de Lula “fazer as pazes” com o PCdoB, por ter apoiado o PMDB nas eleições anteriores, e ajudar Flávio Dino na reeleição ao governo. Para o PT maranhense, o interesse é ainda maior: um lugar de destaque politicamente. E tal destaque seria a indicação de um vice na chapa de Flávio Dino ou até o apoio a um candidato petista para o Senado Federal.

Pelo caminhar das coisas, o PT estará com Dino a qualquer custo. Os próprios dirigentes nacionais do partido já sinalizaram esta possibilidade recentemente em entrevistas ao jornal O Imparcial.

Lula em São Luís

Lula desembarca no Aeroporto Marechal Cunha Machado no dia 3 de setembro, às 14h. Em seguida, às 15h, participa de encontro com a juventude. Às 17h, o ex-presidente se reúne com trabalhadores e trabalhadoras rurais na Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão – Fetaema, localizada no Araçagi.

À noite, ele participará de um jantar no Palácio dos Leões com o governador Flávio Dino. Na segunda-feira (4), pela manhã, Lula visitará o Porto do Itaqui e o projeto Casa Ninar, na Ponta do Farol, na companhia de Flávio Dino. Às 17h, o ex-presidente participa de ato público no Centro da capital – o local não foi especificado.

MOSTRAR MAIS