OPINIÃO

Leia coluna ‘Aparte’, por Felipe Klamt

Evidente que hoje o PCdoB e o PDT vivem uma relação de o camarada ama o companheiro. Em 2018, tudo deve ser normal, querem vencer o grupo Sarney

Reprodução

Em 2022 – Evidente que hoje o PCdoB e o PDT vivem uma relação de o camarada ama o companheiro. Em 2018, tudo deve ser normal, querem vencer o grupo Sarney. Na eleição de 2020, só Deus sabe, todos querem as principais prefeituras. Para 2022, sobram certezas de uma iminente ruptura. Natural ambos cobrarem o poder: o grupo Dino pela continuidade na sucessão e o grupo Rocha, leia-se Weverton, exigindo seu lugar definitivo no poder estadual. Ninguém pensa pequeno.

Simulação? – Engana-se quem acredita em encanações pontuais nas atitudes do presidente da Câmara de Vereadores de São Luís, Astro de Ogum. Inquestionável que domina mentes e vontades no parlamento municipal. Fica patente sua decisão de influenciar a eleição de 2018 com uma legião de colegas municipalistas espalhados pelo Maranhão. No dia 23 de agosto, recebe, no Rio Poty Hotel, em parceria com MP, TJ e TCE, para o I Seminário de Gestores de Câmara Municipais. Dos 217 presidentes do Legislativo, somente 198 confirmaram até este momento.

Cara global – Decididamente, o deputado federal Rubens Junior (PCdoB) ganhou a turma da TV Globo que cobre o Congresso Nacional. Antes era esporádico, uma ou outra entrevista. Agora, está direto no noticiário nacional. Dono de uma conhecida contundência nas palavras e organizada leitura dos fatos nos poderes, conseguiu roubar a cena de muitos dos tradicionais porta-vozes da esquerda brasileira. Fato, que hoje está no alto clero da Câmara dos Deputados. Trajetória parecida ao governador Flávio Dino (PCdoB) quando parlamentar.

Falou nada – Mesmo com todos os cuidados nas palavras para não afirmar apoio incondicional à pré-candidatura de Ciro Gomes (PDT) a presidente da República, o discurso do governador Flávio Dino (PCdoB) provocou ciúme infantil no PT. Aficionados membros petistas fizeram a leitura que a presença do Dino ao lado do Gomes foi um recado ao Lula na sua próxima passagem no Maranhão. Tipo se quiser pode ficar com o Sarney!

 

MOSTRAR MAIS