OPINIÃO

Leia coluna ‘Aparte’, por Felipe Klamt

Liquidando – Segundo a matéria do jornalista Paulo de Tarso Jr., na edição de ontem (18) de O Imparcial, começou a disputa interna para o papel de vice-governador, depois de definido Flávio Dino (PCdoB) como o pré-candidato à reeleição de governador. Por enquanto, todos os partidos continuam mostrando serem aliados educados, nenhuma provocação, sem constrangimentos. […]

Reprodução

Liquidando – Segundo a matéria do jornalista Paulo de Tarso Jr., na edição de ontem (18) de O Imparcial, começou a disputa interna para o papel de vice-governador, depois de definido Flávio Dino (PCdoB) como o pré-candidato à reeleição de governador. Por enquanto, todos os partidos continuam mostrando serem aliados educados, nenhuma provocação, sem constrangimentos. Estranho, continua sendo a falta de pretendentes a vices nas pré-candidaturas de Roseana (PMDB) e Roberto Rocha (PSB). Parece que, sem interessados, resta liquidar as vagas para tentar fazer um estoque mínimo.

Meu sentimento é que a coisa não está mudando não. Então, time que perde se muda. Então, esse é o propósito de mudar

Inquietação do presidente do TCE/MA, Caldas Furtado, sobre as irregularidades administrativas nos poderes.

Desconfortável – Nem os colegas de plenário querem mais um debate com o vereador Marquinhos (DEM), todos têm evitado o confronto nas propostas, uns alegam falta de conteúdo, outros a incapacidade emocional em discutir os temas. Como não encontrou na Casa Legislativa, resolveu buscar no Executivo municipal. Saiu, em público, com uma desconfortável história tentando intrigar o secretário Lula com o presidente Astro. São Luís precisa de outras atitudes. Melhor, outros representantes.

Vou te dar um exemplo absurdo: se o presidente atira em alguém, ele não responde por aquilo durante o seu mandato

Indignação sobre Temer do deputado Rubens Jr. (PCdoB), líder da bancada maranhense no Congresso Nacional.

PSDC – Hilária a nova propaganda política do PSDC com seu presidente nacional, José Maria Eymael, esperneando sobre a corrupção no país. Possivelmente não incluiu o Maranhão depois da dança geral do comando estadual do partido na Operação Rêmora, da Polícia Federal. Devem estar acreditando que a influência para soltar o presidente estadual e dono do Idac, Antônio Aragão, será a mesma para convencer o silêncio de todos os envolvidos. Vai rolar mais grana!

Confundindo – Fica evidente que a comunicação do governo de Flávio Dino ainda não compreendeu o padrão midiático da oposição de inventar, colocar palavras na boca, insistir na mesma montagem, espalhar no sistema guerrilha nas redes sociais e multiplicar quando mordem a isca. Bastava mostrar que o investimento na saúde do Maranhão subiu, em 2016, de quase R$ 500 milhões para mais de R$ 2 bilhões. Entendeu?

Mais velho? – Discutíveis os procedimentos da SMTT sobre a renovação de licença de estacionamento para idosos. Parece que depois do acocho da senhora de 80 anos, resolveram agilizar o processo e locais para solicitação e retirada do documento. Falta explicar a razão da licença valer somente por um ano? Será que depois dos 60 anos voltam a ser jovens?

Época – Fica evidente um grande acordo entre os donos do Brasil, nem a gravação com o presidente da República. Nem a entrevista, para revista nacional, do operador da corrupção, Joesley Batista, vai sacar o Michel Temer do poder. Só falta aparecer um escândalo maior para mudar o foco. Basta o Mantega entregar os banqueiros. Os empreiteiros já foram.

MOSTRAR MAIS