Sal e brasa

Indiciados por assalto a churrascaria estão em liberdade

Os quatro envolvidos no assalto à Sal e Brasa no começo de abril foram agraciados com liberdade provisória mediante uso de tornozeleira eletrônica

Reprodução

Os indiciados por envolvimento no assalto ocorrido no dia 05 de abril de 2017 na churrascaria Sal e Brasa, em São Luís, e presos em flagrante, Nerivam Pereira Ramos Filho, Cleudiane do Nascimento Melo, Thyago de Caldas Costa e Raimarildo Rodrigues dos Santos Gatinho tiveram concedida a liberdade provisória, mediante uso de tornozeleira eletrônica. Os indiciados são primários e não há registro de antecedentes criminais dos presos.

A liberdade provisória foi concedida pelo juiz que estava no plantão criminal no Fórum Des. Sarney Costa, José Eulálio Figueiredo de Almeida, após audiência de custódia realizada no dia 08 de abril.

O magistrado concedeu a liberdade provisória e impôs o uso de tornozeleira eletrônica aos quatro indiciados, além do cumprimento de outras medidas cautelares como: comparecer a todos os atos processuais, não se ausentar da comarca de São Luís sem autorização do Juízo e comunicar ao juiz qualquer mudança de endereço.

MOSTRAR MAIS