Prova Brasil

Prova Brasil: mais de 22 mil professores ameaçados por estudantes

Os dados são do questionário da Prova Brasil 2015, aplicado a diretores, alunos e professores 5º e do 9º ano do ensino fundamental de todo o país

Por: Agência Brasil
Foto: Em 18 meses de gestão, o governo do Maranhão efetivou várias ações que resultaram em ganhos salariais concretos e históricos para os profissionais da educação. Foto: Divulgação

Mais de 22,6 mil professores foram ameaçados por estudantes e mais de 4,7 mil sofreram atentados à vida nas escolas em que lecionam.  Os dados são do questionário da Prova Brasil 2015, aplicado a diretores, alunos e professores 5º e do 9º ano do ensino fundamental de todo o país. As informações foram organizadas e divulgados hoje (20) na plataforma QEdu www.qedu.org.br

As respostas aos questionários mostram que há um cenário de violência nas escolas. As agressões não ocorrem apenas com professores e funcionários, mas também entre estudantes. A maioria dos professores (71%), o que equivale a 183,9 mil, disse ter ocorrido agressão física ou verbal de alunos a outros estudantes da escola.

Mais de 2,3 mil professores afirmaram que estudantes frequentaram as aulas com armas de fogo e mais de 12 mil disseram que havia alunos com armas brancas, como facas e canivetes. Muitas vezes, havia nas aulas estudantes que tinham bebido, segundo 13 mil professores, ou usado drogas, de acordo com 29,7 mil.

Segundo o pesquisador da Fundação Lemann, Ernesto Faria, muitos desses conflitos vêm de fora da escola. “O desafio não é tão simples porque a violência, muitas vezes, não está ligada à escola, mas a problemas locais na região. É importante não pensar a escola como uma caixinha sozinha. A escola vai ter que envolver a comunidade e pensar que tipo de parceria deve haver”, diz.

Ao todo, 262,4 mil professores responderam aos questionários. Embora, percentualmente, os índices de violência não sejam tão altos, quando olhados em números, segundo o pesquisador, são preocupantes. “Temos que olhar o quanto o ambiente escolar é agradável, a relação de professores e alunos. Temos que pensar em gestão em sala de aula, disciplina, o trabalho com habilidades socioemocionais”, diz.

Organização deu certo

A Escola Municipal Armando Ziller fica na periferia de Belo Horizonte, numa região com alto índice de violência. O estabelecimento, no entanto, é conhecido na vizinhança por exigir o rígido cumprimento de horários e por não liberar os alunos por falta de professores. Foi uma das escolas destacadas pela pesquisa Excelência com Equidade, que identificou escolas públicas que atendem a alunos de baixa renda familiar e que conseguem alcançar bons índices educacionais.

Excelência com equidade

“A escola é muito tranqüila, considerando a localização, a situação local é de conflitos no entorno entre gangues rivais. A comunidade tem essa escola como referência. Por maiores que sejam os problemas, aqui dentro parece outra realidade”, diz o diretor Hamilton Gomes Pereira. Segundo ele, quando é identificada uma situação de violência, os responsáveis pelos estudantes são imediatamente convocados.

Eles não são chamados apenas em situações críticas. A escola busca envolvê-los, ainda que com dificuldade, no aprendizado dos estudantes. Logo no início do ano, os professores se apresentam e mostram o planejamento de cada uma das disciplinas.

Ao longo do ano letivo, os estudantes avaliam a escola e o ensino e fazem uma autoavaliação. Isso é apresentado aos responsáveis, que também podem contribuir. Os professores também anotam o que ocorre em sala de aula e repassam as informações. Eles também são informados se alunos faltam às aulas.

Outra estratégia adotada envolve a organização e a limpeza do espaço. “O aspecto físico da escola conta muito. Uma escola suja, pichada, contribui para a indisciplina. Os estudantes sabem que, quando eles sentam em uma carteira, ela é de responsabilidade deles. Se há alguma pichação ou algo anormal, o estudante específico é procurado. Quando não conseguimos identificar a autoria, tiramos foto, mas rapidamente fazemos a limpeza”. Os alunos também não ficam sem aula. Caso haja faltas, rapidamente há uma substituição, algumas vezes até mesmo pela direção.

IFMA oferece 120 vagas em cursos de graduação pelo SISU

Inscrições começaram nesta segunda (dia 29) e vão até 1º de junho. Vagas são para Barra do Corda, Imperatriz e Timon.

Mutirão vai realizar mais de 8 mil atendimentos pelo SUS

A previsão é que sejam disponibilizados mais de 8 mil procedimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) em um único dia

MEC divulga as primeiras notas de corte do Sisu

As inscrições começaram nessa segunda-feira (29) e vão até o dia 1º de junho. Para se inscrever, o candidato precisa ter feito o Enem 2016 e não ter tirado 0 na redação

Rodoviários vão paralisar atividades na próxima segunda

Por meio de nota, Sindicato dos Rodoviários garante que categoria vai paralisar a frota de ônibus de São Luís caso não haja avanço nas negociações

Seleção de bolsistas para PET em Física

As inscrições ficam abertas entre os dias 29 de maio e 09 de junho, sendo ofertadas cinco bolsas com chamada imediata e três para cadastro de reserva

Maranhão lança guia de centros e museus de ciência

O lançamento do guia impresso e online acontecerá no dia 2 de junho em Chapadinha, no auditório da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), às 14h

O que entra no catálogo da Netflix em junho

Para o mês de junho, entrarão no catálogo 12 séries, 12 filmes, quatro obras infantis e seis documentários

Casa da Gestante em ITZ aproxima mães e bebês

O local recebe gestantes e parturientes que não teriam onde ficar enquanto aguardam o parto ou que seus bebês recebam alta médica.

Unidade do 'Viva' é inaugurada em Codó

A unidade atende a toda a região dos cocais e responde a uma demanda histórica dos codoenses.

PEC do Foro Privilegiado está pronta para votação

Proposta pode ser votada a partir desta terça-feira (30).

Maranhense conquistou medalha de ouro no judô

Natural de Imperatriz, o jovem conquistou o mais alto lugar no pódio, em competição realizada na Bahia, no fim de semana

MA na rota global da sustentabilidade

Um dos grandes diferenciais do empreendimento está em aproveitar a riqueza natural dos ventos maranhenses para produzir energia elétrica renovável e limpa

Atrações maranhenses e nacionais no São João

O São João de Todos tem início no próximo dia 18 de junho e conta com a presença de Elba Ramalho e Geraldo Azevedo junto dos maranhenses César Teixeira e Flávia Bittencourt

Brasileiros já pagaram R$ 900 bilhões de impostos em 2017

O valor se refere à arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições que vão para a União, os estados e os municípios.

Comércio prevê queda em Dia dos Namorados

Pesquisa da Fecomércio-MA revela queda de -11,8% do nível de consumidores que pretendem comprar produtos nesse período

VEJA MAIS