Prova Brasil

Prova Brasil: mais de 22 mil professores ameaçados por estudantes

Os dados são do questionário da Prova Brasil 2015, aplicado a diretores, alunos e professores 5º e do 9º ano do ensino fundamental de todo o país

Por: Agência Brasil
Foto: Em 18 meses de gestão, o governo do Maranhão efetivou várias ações que resultaram em ganhos salariais concretos e históricos para os profissionais da educação. Foto: Divulgação

Mais de 22,6 mil professores foram ameaçados por estudantes e mais de 4,7 mil sofreram atentados à vida nas escolas em que lecionam.  Os dados são do questionário da Prova Brasil 2015, aplicado a diretores, alunos e professores 5º e do 9º ano do ensino fundamental de todo o país. As informações foram organizadas e divulgados hoje (20) na plataforma QEdu www.qedu.org.br

As respostas aos questionários mostram que há um cenário de violência nas escolas. As agressões não ocorrem apenas com professores e funcionários, mas também entre estudantes. A maioria dos professores (71%), o que equivale a 183,9 mil, disse ter ocorrido agressão física ou verbal de alunos a outros estudantes da escola.

Mais de 2,3 mil professores afirmaram que estudantes frequentaram as aulas com armas de fogo e mais de 12 mil disseram que havia alunos com armas brancas, como facas e canivetes. Muitas vezes, havia nas aulas estudantes que tinham bebido, segundo 13 mil professores, ou usado drogas, de acordo com 29,7 mil.

Segundo o pesquisador da Fundação Lemann, Ernesto Faria, muitos desses conflitos vêm de fora da escola. “O desafio não é tão simples porque a violência, muitas vezes, não está ligada à escola, mas a problemas locais na região. É importante não pensar a escola como uma caixinha sozinha. A escola vai ter que envolver a comunidade e pensar que tipo de parceria deve haver”, diz.

Ao todo, 262,4 mil professores responderam aos questionários. Embora, percentualmente, os índices de violência não sejam tão altos, quando olhados em números, segundo o pesquisador, são preocupantes. “Temos que olhar o quanto o ambiente escolar é agradável, a relação de professores e alunos. Temos que pensar em gestão em sala de aula, disciplina, o trabalho com habilidades socioemocionais”, diz.

Organização deu certo

A Escola Municipal Armando Ziller fica na periferia de Belo Horizonte, numa região com alto índice de violência. O estabelecimento, no entanto, é conhecido na vizinhança por exigir o rígido cumprimento de horários e por não liberar os alunos por falta de professores. Foi uma das escolas destacadas pela pesquisa Excelência com Equidade, que identificou escolas públicas que atendem a alunos de baixa renda familiar e que conseguem alcançar bons índices educacionais.

Excelência com equidade

“A escola é muito tranqüila, considerando a localização, a situação local é de conflitos no entorno entre gangues rivais. A comunidade tem essa escola como referência. Por maiores que sejam os problemas, aqui dentro parece outra realidade”, diz o diretor Hamilton Gomes Pereira. Segundo ele, quando é identificada uma situação de violência, os responsáveis pelos estudantes são imediatamente convocados.

Eles não são chamados apenas em situações críticas. A escola busca envolvê-los, ainda que com dificuldade, no aprendizado dos estudantes. Logo no início do ano, os professores se apresentam e mostram o planejamento de cada uma das disciplinas.

Ao longo do ano letivo, os estudantes avaliam a escola e o ensino e fazem uma autoavaliação. Isso é apresentado aos responsáveis, que também podem contribuir. Os professores também anotam o que ocorre em sala de aula e repassam as informações. Eles também são informados se alunos faltam às aulas.

Outra estratégia adotada envolve a organização e a limpeza do espaço. “O aspecto físico da escola conta muito. Uma escola suja, pichada, contribui para a indisciplina. Os estudantes sabem que, quando eles sentam em uma carteira, ela é de responsabilidade deles. Se há alguma pichação ou algo anormal, o estudante específico é procurado. Quando não conseguimos identificar a autoria, tiramos foto, mas rapidamente fazemos a limpeza”. Os alunos também não ficam sem aula. Caso haja faltas, rapidamente há uma substituição, algumas vezes até mesmo pela direção.

Lançada campanha contra o abate clandestino de animais

O abate clandestino de animais representa riscos ao consumidor, pela ingestão de alimentos de qualidade sanitária suspeita, além de contaminar o meio ambiente

Fiscalização do trânsito de São Luís é reforçada

Prefeitura adquiriu 30 novos carros e 20 motos, que vão ampliar o serviço de fiscalização da capital

Suzuki ansioso por início da temporada 2017

Representante do Maranhão na categoria espera um bom resultado na corrida de estreia no ano em Goiânia

Obituário: Serralheiro

Em torno da consolidação da cena reggae em São Luís há muito de lenda, hipérbole e imodéstia.

Polícia impede sequestro relâmpago do João de Deus

Quatro suspeitos foram presos em flagrante após abordagem policial em carro suspeito no bairro do João de Deus

Cinco receitas em que o bacalhau é o principal ingrediente

Na salada, no arroz, no risoto. Seja como for o bacalhau está na lista dos ingredientes mais consumidos deste período, e pode render ótimas receitas

PM preso com grande arsenal em São Luís

O policial militar, não identificado por medidas de segurança, estava com armas de fogo, munições e motocicletas em sua residência

Mutirão faz plantio de mangue em Araioses

Grupo de 50 pessoas realizou o plantio de 1,5 mil mudas de mangue manso, siriba e vermelho às margens do Igarapé do Galego

Sepultura apresenta novo álbum em São Luís

Um dos grupos de maior sucesso nacional e internacional presenteará os fãs maranhenses com dois dias de interação, primeiro no shopping, nesta quinta-feira (30) e depois, na Casa das Dunas, na sexta

Conheça o Observatório Astronômico da UEMA

A ideia do laboratório é ajudar a popularizar a ciência e estimular a entrada de novos estudantes em eventos científico – principalmente na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA)

Maranhão é incluído no Fundo do Norte

Comissão do Senado aprovou a entrada do estado, assim como do Mato Grosso, para receber políticas adequadas para a Amazônia Legal

Abertas inscrições para cursos gratuitos de maio

As inscrições devem ser feitas de 10 a 20 de abril, de 7h30 às 11h:30h e das 13h30 às 17h30, na Sala de Técnicos do Sesc Deodoro

Abertas inscrições para processo seletivo em Pio XII

As inscrições deverão ser realizadas nos dias 29 e 30 de março de 2017; a carga horária varia entre 20 a 40 horas semanais, com salário de R$ 937,00

Mega-Sena sorteia R$ 20 milhões hoje

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) de hoje

Cine Guarnicê volta nesta quinta-feira

Com entrada franca, o Festival Guarnicê disponibilizará ao público sessões de filmes, cursos, exposições e oficinas

VEJA MAIS