Decisão do STF

STF decide que preso tem direito a indenização por condições precárias em cadeia

A questão foi decidida no caso de um preso que ganhou o direito de receber R$ 2 mil em danos morais após passar 20 anos em um presídio em Corumbá (MS)

Por: Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (16) que presos em situações degradantes têm direito a indenização em dinheiro por danos morais. Por unanimidade, a Corte entendeu que a superlotação e o encarceramento desumano geram responsabilidade do Estado em reparar os danos sofridos pelos detentos pelo descumprimento do princípio constitucional da dignidade da pessoa humana.

A questão foi decidida no caso de um preso que ganhou o direito de receber R$ 2 mil em danos morais após passar 20 anos em um presídio em Corumbá (MS). Atualmente, ele cumpre liberdade condicional.

Os ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Celso de Mello e a presidente do STF, Cármen Lúcia, votaram a favor do pagamento da indenização. Houve divergência apenas em relação ao pagamento dos danos morais para o caso julgado.

Apesar de também entender que a indenização é devida, Barroso entendeu que o pagamento em dinheiro não é a forma adequada para indenização e sugeriu a compensação por meio da remição (redução da pena) na proporção de um a três dias de desconto na pena a cada sete dias que o detento passar preso inadequadamente. Para Barroso, a indenização pecuniária agravaria a situação fiscal dos estados.

“A indenização pecuniária não tem como funcionar bem. É ruim do ponto de vista fiscal, é ruim para o preso e é ruim para o sistema prisional. É ruim para o preso porque ele recebe R$ 2 mil e continua preso no mesmo lugar, nas mesmas condições”, argumentou Barroso.

O ministro Luiz Fux concordou com Barroso e afirmou que a situação dos presídios contraria a Constituição, o que torna as condenações penas cruéis. “A forma como os presos são tratados, as condições das prisões brasileiras implicam numa visão inequívoca de que as penas impostas no Brasil são cruéis”, disse.

Dignidade e integridade

O ministro Marco Aurélio votou a favor do pagamento da indenização em dinheiro e disse que o Estado deve cuidar da dignidade do preso e de sua integridade física. “É hora de o Estado acordar para essa situação e perceber que a Constituição Federal precisa ser observada tal como se contém. A indenização é módica tendo em conta os prejuízos sofridos pelo recorrente [preso].”

Cármen Lúcia também votou a favor do pagamento da indenização pecuniária e destacou em seu voto as visitas que tem feito a presídios do país como presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Em uma das inspeções, a ministra diss que encontrou presas grávidas que foram algemadas na hora do parto.

Segundo Cármen Lúcia, a falta de cumprimento da lei em relação aos direitos dos detentos também gera casos de corrupção no sistema prisional.

“O que se tem no Brasil decorre de outro fator, que ao visitar essas penitenciárias a gente tem uma noção grave, é da corrupção que há nestes lugares. Troca-se a saída de alguém que não tenha direito por algum benefício. A situação é bem mais grave do que possa parecer, de não cumprimento da Lei de Execução Penal”, afirmou a ministra.

Sampaio vence fora de casa e encosta na liderança

Com gol de Reginaldo Júnior, o Sampaio Corrêa venceu o ASA de Arapiraca por 1 a 0

Novo 'Blog do Ned', do jornalista Nedilson Machado

O jornalista Nedilson Machado ao longo de seus 35 anos de carreira já trabalhou nas redações de diversos jornais do Maranhão. De casa nova, ele é o novo colunista de O Imparcial. O prestigiado ‘Blog do Ned’ passou por reformulação e está ancorado, também, no portal de O Imparcial. Em ‘Blog do Ned’ o internauta tem […]

MPMA e TCE passam a integrar à Ecoliga

O Termo de Cooperação Técnica da Ecoliga reúne um conjunto de instituições públicas maranhenses com o objetivo de aprimorar a gestão socioambiental e o desenvolvimento sustentável

Seletivo da Seap-MA pode pagar até R$ 3 mil

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Maranhão (Seap-MA) está com os editais de processos seletivos simplificados

São Luís entre as favoritas dos turistas brasileiros

O ranking foi elaborado e divulgado pelo site Expedia Brasil, empresa especializada em turismo

Guerra nas Estrelas completa 40 anos

Cinéfilos poderão assistir versão original após as quatro décadas de lançamento do filme que mudou a história do cinema

Famílias relatam a beleza da adoção

Na semana da adoção, O Imparcial entrevistou famílias que tiveram suas vidas modificadas para melhor depois da adoção. Para elas, adotar se traduz numa única, pequena e exclusiva palavra: amor

“Não vou bater em retirada”

Em entrevista a O Imparcial, o secretário de Educação, Moacir Feitosa, faz uma balanço de sua gestão, adiantando que sua meta é chegar abaixo de 4% no índice de analfabetismo

Maranhão adota chips em cargas

A ferramenta vai dinamizar tempo de entrega e reduzir custos de transportes de cargas, diminuindo o tempo de espera pela checagem

“O maior evento da história com vereadores”

Mais de 1,2 mil legisladores municipais já se inscreveram no Encontro com Vereadores e Vereadoras, que ocorrerá na próxima terça-feira (30)

Museu do Reggae recria clima de radiolas

Local está previsto para ser inaugurado em agosto de 2017 e conta com uma área de 397m² para mostrar peculiaridades do gênero musical

1.100 vagas para a Escola de Sargentos das Armas

A seleção é para o preenchimento de vagas para a Escola de Sargentos das Armas nos cursos de formação de sargentos músicos, de saúde e da área geral/aviação

A invasão dos mosquitos na área nobre de São Luís

Moradores dos bairros Ponta d’Areia, Lagoa da Jansen e Renascença têm que conviver com os intrusos nada agradáveis. A população de mosquitos aumenta proporcionalmente com a poluição

A moda feminina desabrocha como as flores

A La Vertu, marca com grande destaque no Piauí e que vai conquistando o Maranhão, apresenta em suas peças a pureza e a delicadeza da natureza

Como manter sua mesa de trabalho arrumada

Dicas para deixar a mesa do trabalho organizada e, com isso, aumentar a produtividade

VEJA MAIS