SÉRIE B

Sampaio Corrêa e Bragantino jogam neste sábado pela 36º rodada do Campeonato

Sampaio fará apenas um treino para enfrentar o Bragantino. Com isso, deve manter equipe para o jogo de amanhã à tarde, no interior paulista

Sampaio Corrêa
Com pouco tempo para fazer experiência, o Sampaio Corrêa deve manter a equipe que entrou em campo diante do Atlético-GO, na última terça-feira, para o confronto decisivo diante do Bragantino, amanhã, às 16h30 (hora local), pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.
O único desfalque da equipe é o centroavante Jheimy, que teve um problema no músculo reto femural, conhecido como ‘músculo do chute’, e continua vetado pelo departamento médico. Douglas segue como titular no comando do ataque.
Pimentinha, que atuou boa parte do segundo tempo em São Luís, viajou com a delegação e deve seguir no banco de reservas como opção. A comissão técnica do Sampaio tinha programado dois treinos para o Estádio Municipal de Atibaia, cidade onde o time está concentrado para a partida, mas, após avaliação do departamento de fisiologia, os jogadores realizaram, ontem à tarde, apenas uma atividade leve, para soltar a musculatura, no próprio hotel onde a delegação está hospedada.
A sequência de jogos e as viagens determinaram a mudança. Foi detectado um cansaço muito alto no elenco tricolor. A equipe deve fazer um trabalho na tarde de hoje, no Estádio Municipal, para acertar os últimos detalhes.
O técnico Léo Condé confirmou que o grande foco da equipe nesta semana foi a recuperação física dos atletas e evitar qualquer desgaste desnecessário para que todos cheguem bem, fisicamente, contra o Bragantino.
“Não teremos muito tempo para treinar. Vamos focar em recuperar os atletas mais desgastados. Fizemos dois jogos seguidos no Castelão, que é um campo pesado. Então, torna-se necessária uma atenção especial neste aspecto para a reta final”, afirmou Condé.
Caseiro
O Bragantino é um dos mandantes mais complicados de se enfrentar, ocupando o quarto lugar no ranking. O time paulista tem 78% de aproveitamento jogando no Estádio Nabi Abi Chedid, vencendo 13 das 17 partidas disputadas lá.
Apesar de ter conquistado uma média de pontos maior que o Sampaio, o Massa Bruta foi derrotado três vezes em seu estádio, compensando os números por conta dos empates, já que foi apenas uma igualdade na competição.
Por outro lado, o Bragantino não tem uma defesa confiável, como pode ser comprovado na derrota por 3 a 0 perante o Ceará. Sofrendo 54 gols nos 35 jogos disputados na Série B. Um número melhor apenas que Mogi Mirim e ABC, já rebaixados.
Para efeito de comparação, a defesa do Sampaio está lado oposto da tabela, ocupando o terceiro lugar, com apenas 37 gols sofridos. Uma diferença de 17 gols entre as duas equipes
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias