MMA

Mirko Filipovic anuncia aposentadoria

Sofrendo com constantes lesões, veterano croata decide deixar modalidade e desiste de luta no UFC em Seul, em 28 de novembro: ‘É o momento de pensar na saúde’

Chegou ao fim a trajetória de Mirko Filipovic, o Cro Cop, nas artes marciais mistas. O veterano de 41 anos anunciou a aposentadoria nesta terça-feira, devido a constantes lesões. O croata estava em preparação para enfrentar Anthony Hamilton, na luta coprincipal do UFC em Seul, marcado para 28 de novembro. O novo adversário do norte-americano no evento ainda não foi definido pela organização.
Em comunicado no site oficial, Cro Cop afirmou que tomou a decisão depois de passar a noite seém dormir por causa de dores no ombro. Ele pediu desculpas aos fãs pela ausência no evento da Coreia do Sul e disse que o momento de cuidar melhor da saúde.
“Queridos amigos, infelizmente eu tive que cancelar a luta em Seul. No início da preparação eu já machuquei meu ombro e não conseguia levantar a mão. Eu tentei me recuperar de todas as maneiras possíveis: terapia diária, injeções de plasma sanguíneo e vários remédios, mas nada deu certo. A única cura seria uma pausa de duas a três semanas, que eu não poderia fazer em meio a preparativos finais. Com treinamentos diários, a lesão fica pior. As pessoas só enxergam um lado da moeda e as coisas materiais. Mas paixão, dor, sangue e lágrimas ninguém pergunta ou se importa. É assim a vida. Escrevo às 2h da manhã e eu não consigo dormir, com muitos pensamentos e minha carreira passando pelos meus olhos. Essa não é uma decisão temporária, é a minha decisão final. Isso é melhor para mim. Mais cedo ou mais tarde chega o momento que um homem tem que pensar na saúde”, publicou.
Esta é a segunda vez que Mirko Cro Cop abandona o MMA. Em 2011, ele decidiu deixar a modalidade depois de derrota por nocaute contra Roy Nelson, no UFC 137. Ele voltou a competir no ano seguinte, intercalando lutas de kickboxing no K-1 e no Glory até o início de 2014. Em janeiro deste ano, o croata aceitou a proposta para retornar ao Ultimate e reestreou com vitória na revanche contra um algoz histórico, Gabriel Napão, em abril, na Polônia. A luta agora será marcada com a última da carreira de Cro Cop.
Considerado uma lenda do MMA, Mirko Cro Cop se aposenta com cartel de 31 vitórias, 11 derrotas, dois empates e um no contest. A principal conquista no currículo é o cinturão do Grand Prix do Pride, em 2006. No extinto evento japonês, ele viveu o auge da carreira, travando combates contra outras lendas do esporte, como Fedor Emelianenko, Rodrigo Minotauro e Wanderlei Silva.
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias