FUTEBOL

Cartada decisiva

Amigos, agora ou vai ou racha! Ou o Sampaio ganha do Atlético-GO, nesta noite, no Castelão, ou o sonho de subir para a elite do futebol brasileiro chegará ao fim. E não adianta fazer mais cálculos. Contar com tropeços dos concorrentes sem fazer seu dever de casa é a pior das opções numa reta final. […]

Amigos, agora ou vai ou racha! Ou o Sampaio ganha do Atlético-GO, nesta noite, no Castelão, ou o sonho de subir para a elite do futebol brasileiro chegará ao fim. E não adianta fazer mais cálculos. Contar com tropeços dos concorrentes sem fazer seu dever de casa é a pior das opções numa reta final.
Esta será a segunda oportunidade que o Tricolor terá em quatro dias. A primeira foi um fiasco. Por isso, se quiser continuar a luta para voltar ao G4, o representante maranhense não pode repetir os erros cometidos diante do Oeste.
Se pretendem sair de campo com a vitória que necessitam, hoje, os comandados de Condé têm que mudar de postura a partir da entrada em campo, ‘lenta e vagarosamente’, como diria o saudoso Fontec. Impressionante, como a equipe tem sido fria até quando sai dos vestiários para iniciar a partida. Com isso, a torcida também fica quieta. Bom para o time visitante. Sou dos tempos em que, quando a equipe local pisava no gramado para uma partida decisiva, jogadores entravam de mãos dadas, simbolizando a união do grupo, e faziam a tradicional saudação aos torcedores, tendo como resposta efusivos aplausos. Claro que não basta isso para ganhar um jogo, mas o clima de apoio é fundamental no estado psicológico dos atletas.
Pois bem. Se o Sampaio quiser ganhar o jogo de hoje, não pode mais continuar sendo uma equipe lenta, com passes curtos e sem objetividade.Também precisa saber jogar mais pelas pontas e não insistir nos cruzamentos pelo alto, pois o time goiano tem uma defesa de alta estatura. Além disso, os alas precisam sair mais para o apoio.
Diante do ABC, além de ser objetivo nos lançamentos, o Tricolor teve como destaque o meia Nadson, porque o atacante Jheimy abria espaços pelos lados do campo, facilitando a penetração de quem vinha de trás. Coisa que não ocorreu diante do Oeste. Nadson caiu em demasia pelas pontas, setor onde ele não tem nem cacoete para ocupar tantas vezes como naquela partida. São muitas falhas que certamente o técnico Condé já anotou e também não vamos falar aqui para não “entregar o ouro ao bandido”.
Em síntese, ou o Sampaio corrige esses erros elementares, entra em campo para disputar uma decisão desde o primeiro ao último minuto, ou vai ficar mais uma vez no meio do caminho.
Participação
A torcida do Sampaio não mudou absolutamente nada nos últimos tempos. Só vibra na hora do gol, depois ensaia um minuto de “vamos subir paiô!” e se cala. Um silêncio total toma conta do estádio. Totalmente diferente do que acontece em Belém do Pará, Recife, Fortaleza e outras cidades.
Doping
Em entrevista coletiva convocada de última hora, a direção do Inter anunciou que os volantes Nilton e Wellington foram pegos no exame antidoping pela CBF. O STJD suspendeu ambos de forma preventiva por 30 dias. Segundo o vice de futebol Carlos Pellegrini, o clube já estuda as medidas jurídicas para defender os atletas. Ele reforçou que o Colorado confia na “idoneidade” da dupla.
Dispensado
O São Paulo anunciou no final da tarde de ontem que Doriva não é mais técnico do clube. A informação foi postada no Twitter oficial do clube, com apenas uma mensagem de que o treinador deixou o comando da equipe profissional, um dia depois de o Tricolor ser derrotado pelo Cruzeiro por 2 a 1, no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O auxiliar Milton Cruz será o responsável por comandar o time na sequência da temporada.
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias