POLÍCIA

Policiais militares iniciam curso de Tiro Defensivo

26 policiais militares participam da capacitação. As aulas se estendem até o dia 14 de agosto. O local de treinamento será no stand de tiro do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças

 

Foto: SECOM.


SECOM

Militares iniciam curso de tiro defensivo

Capacitar os policiais militares em técnicas de tiro defensivo tendo como base a racionalização da arma de fogo e valorização da vida é o objetivo da segunda turma do Curso de Tiro Defensivo Método Giraldi, iniciada, na última terça-feira, no Quartel da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), no Calhau, em São Luís. Segundo a Diretoria de Ensino da PMMA, que coordena o curso, 26 policiais militares participam da capacitação. As aulas se estendem até o dia 14 de agosto. O local de treinamento será no stand de tiro do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), localizado na BR-135, bairro Tirirical, em São Luís.
O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marco Antônio Alves da Silva, durante a abertura oficial do curso, ressaltou a importância da capacitação para a Polícia Militar. “A capacitação é uma meta constante do governo Flávio Dino. Estamos trabalhando para melhor servir o cidadão, tendo como meio a capacitação de nossos policiais. Quanto mais o PM estiver treinado, mais expressivos serão os resultados das ações de enfrentamento ao crime”, frisou o coronel Alves.
A filosofia do Método Giraldi foi adotada no Brasil em 1998 pela Polícia Militar do estado de São Paulo e tem como um de seus pilares o treinamento policial – com base na simulação de situações de risco – para o uso racional da arma de fogo. Os policiais são instruídos a sempre tentar a negociação com os criminosos para que eles se entreguem sem que seja preciso atirar. Antes de 1997, a PM utilizava técnicas das Forças Armadas, mas o modelo não foi eficaz, pois era incompatível com a realidade das ruas de São Paulo.
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias