Revanche

Bethe Pitbull mira novo duelo contra Ronda Rousey pelo cinturão e espera ‘retorno triunfal’

Derrotada de forma contundente em apenas 34 segundos na luta principal do UFC 190, na madrugada do último domingo, no Rio de Janeiro, Bethe Pitbull Correia mostrou estar totalmente recuperada dos duros golpes disparados pela campeã, que manteve o cinturão pela sexta vez na organização. A brasileira disse que não desistiu de buscar uma nova […]

Derrotada de forma contundente em apenas 34 segundos na luta principal do UFC 190, na madrugada do último domingo, no Rio de Janeiro, Bethe Pitbull Correia mostrou estar totalmente recuperada dos duros golpes disparados pela campeã, que manteve o cinturão pela sexta vez na organização. A brasileira disse que não desistiu de buscar uma nova oportunidade para disputar o título e espera alcançar a meta em 2016, no que chamou de ‘retorno triunfal’.
Bethe Pitbull afasta desânimo após derrota para Ronda e mira revanche contra atual campeã peso galo do UFC
Bethe Pitbull disse que vai estar preparada visando a nova corrida rumo ao title shot no próximo ano. E torce por um reencontro com Ronda Rousey. “Prometo disputar o cinturão ano que vem. Em 2016, quero fazer uma nova história. Quero, acima de tudo, ser muito respeitada. Quero um retorno triunfal. Não aceito terminar 2016 sem o cinturão do UFC na minha cintura. Tudo o que eu quero, eu consigo. Essa vai ser a minha batalha”, ressaltou a paraibana, em entrevista ao site combate.com.
“Se ano que vem ela (Ronda) estiver com cinturão, vou reencontrá-la. Vou conseguir esse cinturão. Eu acho que uma hora a Ronda vai ser destronada e espero que seja por mim. Todo mundo perde uma hora”, acrescentou a brasileira, que perdeu invencibilidade de nove lutas com o nocaute sofrido no Rio de Janeiro, além de ter caído do quinto para o oitavo lugar no ranking peso galo do UFC.
Bethe Correia disse que tirou várias lições da dura derrota para a musa. E promete um retorno com mais qualidade e bem diferente do que mostrou na luta no Rio de Janeiro. “Eu aprendi muito com essa luta. Ganhei experiência, ficarei mais pronta para as próximas. Quando estiver sob pressão, vou saber responder mais rápido. Não tinha passado por uma situação dessa. Foi muito bom lutar contra a Ronda”, enfatizou.
Ronda vs Pitbull
A brasileira considera que fez um bom trabalho de bastidores e ajudou a promover a luta, embora tenha sido alvo de crítica até de compatriotas por causa das seguidas provocações a Ronda. Pitbull, no entanto, garantiu que não se arrependeu de nenhuma frase ou atitude antes de encarar a campeã no UFC 190.
“Não me arrependo de nada do que fiz, nem do que falei para a Ronda. Olhe a dimensão do evento! Se o Dana White me elogiou, foi por conta da minha ousadia. As pessoas respeitam demais a Ronda, não têm coragem de falar dela, de desafiá-la. Eu tive tudo isso e entrei no octógono. Não é para qualquer um. Perder é do esporte. Foi magnífico. Vou refazer a minha história. Não há motivo para remorso”, comentou.
 
 
Internauta você pode compartilhar pelo WhatsApp no número (98) 9 9188 8267 informações, denúncias e sugestões para o portal O Imparcial
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias