ALCOOLISMO

Alcoolismo e mutilações geram problemas no Quênia

Empresário cria “cuecas de metal” para proteger beberrões

No Quênia, existe uma forte tradição voltada para a produção caseira de cerveja. O governo vem promovendo políticas e ações no sentido de coibir este hábito apreendendo e queimando estas bebidas aonde a encontram.
Ainda que abundem os relatos em torno de vidas destruídas pelo álcool associados à esta prática, virou notícia a ameaça, eventualmente lavada a cabo, por mulheres da cidade de Nyeri, que estariam cortando os pênis dos maridos alcoolistas.
A dupla tragédia foi seguida pelo curioso surgimento no mercado de “cuécas de metal”. Peças de vestimenta semelhantes aos medievais cintos de castidade vem sendo comprado pelos beberrões para se proteger durante o sono, momento em que os ataques estariam acontecendo segundo Barack Oswere, empresário pioneiro na fabricação da roupa de baixo metálica.
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias