NEGÓCIOS

Primeiro parque eólico do Maranhão terá meio bilhão de investimento

Empresa Omega Energia anunciou expansão dos parques Delta 5 e 6 no complexo localizado entre Paulino Neves e Barreirinhas, que terá aumento na capacidade de geração de energia em 108 MW

Na última quarta-feira, 28, o secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, visitou as obras de expansão dos parques Delta 5 e 6, da empresa Omega Energia, que recentemente foram iniciadas. O investimento é da ordem de R$ 500 milhões.

Com apoio do Governo do Maranhão, a empresa é responsável pela implantação do primeiro parque eólico do estado. Com a expansão, haverá um aumento na capacidade de geração de energia em 108 MW, além dos 220,8 MW já em operação no complexo localizado entre Paulino Neves e Barreirinhas.

Ao lado de executivos da empresa, o secretário Simplício Araújo, explicou que a ambiência favorável aos negócios criada no estado, favorece as empresas, permitindo a ampliação de seus investimentos no Maranhão. “Essa nova ambiência pode ser facilmente identificada por meio dos investimentos que estão sendo anunciados. Nossa proposta é contribuir com os negócios. No caso da Omega, vemos que os bons ventos do Maranhão favorecem o crescimento desse importante investimento”, ressaltou.

As obras de expansão estão em fase inicial, mas já emprega 250 pessoas, número que deve dobrar com o avanço dos trabalhos. O gerente de implantação da empresa, Helder Porto, disse que os eventos do Maranhão contribuem para a qualidade da energia, e que as obras devem ser concluídas ainda este ano. “Nós temos muita qualidade em geração de energia. Estamos ainda na fase inicial, mas já no fim de 2018, estaremos gerando energia aqui”, disse.

Fonte eólica

A fonte eólica não gera resíduos, tem custo competitivo, baixo impacto ambiental e, portanto, papel fundamental no desenvolvimento e construção de uma sociedade sustentável. De acordo com o levantamento 2017 da consultoria ePowerBay, a Omega Energia conseguiu dominar o ranking das usinas eólicas mais eficientes do país. A empresa é proprietária dos dez parques que apresentaram maior fator de capacidade em novembro do ano passado, no Piauí e no Maranhão.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS