MATERIAL ESCOLAR

Como economizar até 80% no material escolar com livros usados

Os sebos são uma opção para quem quer economizar com livros didáticos. Em São Luís, alguns estabelecimentos prestam este tipo de serviço. Confira as localidades

Foto: Honório Moreira

No início do ano, as famílias têm o orçamento financeiro comprometido com várias despesas que se somam aos gastos habituais. Uma delas é a do material escolar, que levou muita gente para as livrarias e papelarias tão logo era recebida a lista das escolas. Entre os itens da lista de material escolar: mochila, cadernos, lápis e outros. Os livros podem ser adquiridos usados em sebos e até na internet em grupos de redes sociais e sites.

Os sebos são uma opção para quem quer economizar com os livros didáticos que são itens que certamente mais pesam na lista. Em São Luís, os pais podem buscar os estabelecimentos situados na Rua do Egito, no Centro de São Luís. Lá é possível encontrar uma variedade de livros do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Nas séries anteriores, a maioria dos livros não é aproveitável porque são consumíveis devido às atividades de corte e colagem comuns na primeira fase de aprendizado.

Nesses estabelecimentos, o consumidor pode encontrar livros da maioria das editoras em bom estado de conservação a preços bem mais em conta que os novos. Também é possível negociar a troca de dois livros por um e ainda parcelar a compra no cartão de crédito.

“Do ano passado para cá, aumentou bastante a procura. Constatamos um aumento de 50% nas vendas. As pessoas estão mais conscientes e aptas a economizar na compra dos livros que detêm uma boa parte do orçamento familiar”, destaca Francilene Araújo, proprietária da Casa do Livro Usado.

Rosângela Maria Gonçalves, 51 anos, autônoma, logo que recebeu a lista de material escolar dos filhos foi à procura de livros para os estudantes do 7º e 9º anos. “A compra de livros, para mim, representa uma economia de mais de 80%. Um dos livros que na escola custa R$ 42,00, eu comprei de R$ 15,00, usado. A redução é muito grande”.

Quando a venda e troca de livros usados chamaram a atenção de Rosângela, ela não acreditava que os livros fossem tão bem cuidados e relutou de início. Mas, ao conferir o estado dos produtos e comparar a lista de preços da filha, que estava orçada em R$ 3 mil, no sebo conseguiu economizar R$ 2.200,00. A consumidora inclusive orienta as pessoas a conservarem os livros para que sejam reaproveitados.

“Comprei os livros da minha filha que novos sairiam a R$ 3 mil por apenas R$ 800,00. Acho que as mães até mesmo deveriam conscientizar os filhos a cuidarem bem do livro porque tem outra pessoa que vai usar mais à frente. Os dos meus filhos eu doo todos”, recomenda Rosângela.

Hamilton Costa Nogueira, 47 anos, representante comercial, passou no sebo para saber se tinha os itens da lista, dar uma conferida nos preços e conhecer as condições de pagamento para o filho de 13 anos que cursará o 8º ano. “Com certeza é mais vantajoso comprar os dez livros da lista, no comércio de usados, que ainda parcela no cartão de crédito. Dá para economizar uns R$ 600,00. Então, vale a pena”, garante.

Na rede social Facebook, as pessoas utilizam grupos voltados para troca, compra e venda de livros usados. Nos espaços virtuais, pais e os próprios alunos negociam edições em bom estado que permitem sua reutilização, sendo mais uma opção para quem quer economizar e aproveitar melhor o orçamento.
A compra dos livros usados também pode ser feita pela internet, inclusive em grandes sites que vendem livros novos.

Economia

Para os pais que ainda têm filhos nas séries iniciais do 1º ao 5º ano, em que a maioria dos livros não pode ser reaproveitável por conta da utilização das páginas com recortes, colagens e jogos didáticos, comprar pela internet pode conferir uma economia de até 30%.

Em uma pesquisa de duas listas de livros didáticos do 2º e 3º ano, contendo sete livros cada, em uma das maiores livrarias de São Luís, o custo ficou a R$ 1.080,00 para cada relação de livros. As listas são da dona de casa Liliane Santos, de 31 anos, que possui um casal de filhos nessas séries do ensino fundamental. Ela, pelo segundo ano, repete a experiência de pesquisar em lojas da capital e também em sites de conhecidos e-commerces.

“Ano passado, fiz a pesquisa quase na segunda quinzena de janeiro, e comprei parte dos livros de um dos meus filhos online, com frete grátis. Três edições já haviam comprado aqui. Ainda assim economizei R$ 220,00.
Liliane conta que a opção por comprar pela internet lhe rendeu uma economia de R$ 540,84. Ela efetuou a compra em dois sites no dia 26 de dezembro e, ontem, 9, já recebeu em casa parte dos livros.

“Este ano, assim que peguei as listas em dezembro comecei a comparar os preços e não deu outra. Consegui comprar as duas listas de livros que aqui custariam R$ 2.160,00 por R$ 1619,16 em dois conhecidos sites da internet. Um deles efetuou a entrega bem antes do prazo. Então, vale muito a pena”, reconhece. Para aproveitar as ofertas de fretes grátis, o consumidor deve atentar para pesquisar e efetuar a compra com antecedência, pois a entrega pode variar de 7 a 26 dias úteis.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS