LUTO

Morre o ex-técnico Marçal, maior campeão do futebol maranhense

Corpo está sendo velado na Central da Pax União e o enterro será nesse sábado, às 10h.

Morreu aos 85 anos, Marçal Tolentino Serra, conquistador de 12 títulos estaduais e o único Brasileiro da Série B (Brasileirinho), pelo Sampaio Corrêa, em 1972. (Foto: Reprodução)

O futebol maranhense perdeu nesta sexta-feira (1º) o mais vitoriosos treinador de todos os tempos. Morreu aos 85 anos, Marçal Tolentino Serra, conquistador de 12 títulos estaduais e o único Brasileiro da Série B (Brasileirinho), pelo Sampaio Corrêa, em 1972.

Segundo informações de um dos filhos (Renato) à reportagem de O Imparcial, Marçal, que já havia recebido três pontes de safena, estava internado no Hospital José Carlos Macieira desde o último dia 28, devido a complicações cardiorrespiratórias.

O corpo está sendo velado na Central da Pax União, Rua Osvaldo Cruz, e deverá ser enterrado nesse sábado (2) no Cemitério do Gavião, às 10h.

Nascido em São Luís, no dia 30 de junho de 1937 (Dia de São Marçal), ele começou sua carreira no futebol como atleta. Foi zagueiro, vestindo a camisa do Ícaro (time da Base Aérea) no início dos anos 60. Esteve no Santana do Amapá e depois retornou a São Luís onde se tornou treinador aos 30 anos.

Nos grandes clubes do Maranhão comandou pela primeira vez o MAC (1970), Ferroviário (1971), Sampaio Corrêa (1972) e o Moto Club (74, 81 e 83). Foi campeão em todas as equipes e ganhou fama interestadual. Conquistou o título de campeão piauiense pelo Tiradentes de Teresina-PI, em 1973.

Treinou equipes menores como Vitória do Mar, Expressinho e Caxiense.
Também brilhou no futebol do interior maranhense, sendo campeão do Torneio Intermunicipal pelas seleções de São José de Ribamar e Codó.

VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias