MELHOR DO MUNDO

Lionel Messi conquista a sétima Bola de Ouro e desponta como maior vencedor

Tradicional cerimônia realizada pela revista France Football coroou o argentino como melhor jogador do mundo em 2021.

Lionel Messi foi eleito pela sétima vez melhor jogador do mundo, pela revista France Football. (Foto: Franck Fife/AFP).

Vida longa ao maior vencedor do prêmio da Bola de Ouro. Lionel Messi precisará de mais espaço na sua galeria. Nesta segunda-feira (29/11), o craque argentino foi coroado pela sétima vez melhor jogador do mundo, pela revista France Football. O camisa 10 do Paris Saint-Germain agora abre dois títulos de vantagem em relação a Cristiano Ronaldo, maior concorrente por prêmios individuais.

Protagonista na seleção argentina, Messi foi peça fundamental na conquista da Copa América no Brasil. O título sobre a Seleção Brasileira, no Maracanã, teve um gosto especial para os Hermanos, pois deu fim ao jejum de 28 anos sem conquistas.

Emocionado, Messi revelou ter pensado que as duas temporadas anteriores seriam suas últimas. “É incrível voltar a estar aqui. Muitas vezes me perguntavam quando eu ia me aposentar, mas estou aqui novamente, em Paris”, disse.

“Estou muito feliz de estar nesse palco. Sou alguém que vai continuar lutando, quero novos desafios. Eu não sei quanto mais tenho pela frente, mas espero que muito, porque eu amo jogar futebol”, declarou.

Messi faturou a Bola de Ouro em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019. Agora, com sete troféus, o argentino figura ao lado de Pelé que, após revisão de critérios da France Football, também aparece sete conquistas.

Reconhecendo a importância da concorrência no futebol, Messi elogiou o concorrente Robert Lewandowski, segundo colocado. O camisa 30 do PSG afirmou que o polonês deveria ter ganho a Bola de Ouro em 2020, na premiação cancelada em decorrência da pandemia de covid-19.

“Quero também dizer ao Robert que é uma honra lutar ao lado dele, acho que ano passado todo mundo concordava que você foi o ganhador. Robert, você ganhou ano passado merecidamente, e espero que a France Football possa outorgar esse prêmio a você, porque você foi o ganhador justo e merece levar esse prêmio para casa”, ressaltou.

Em 2020/21, Messi jogou 47 partidas pelo Barcelona, balançando as redes 38 vezes e servindo os companheiros com 12 assistências. Pelo clube catalão, o único título conquistado foi a Copa do Rei. Pela seleção argentina, disputou 13 jogos e somou seis gols e cinco assistências.

Representante brasileiro, o craque Neymar não figurou sequer no top 10 dos melhores jogadores do mundo. O atacante do Paris Saint-Germain ficou com a 16ª colocação no ranking da revista francesa.

O prêmio Bola de Ouro é entregue desde 1956. Nesta 65ª edição da cerimônia, 180 jornalistas de todas as partes do mundo, participaram da votação. O evento realizado pela revista France Football não possui relação com o The Best, entregue pela Fifa.

Confira como o top 10 da premiação da France Football:

1 – Messi
2 – Lewandowski
3 – Jorginho
4 – Benzema
5 – Kanté
6 – Cristiano Ronaldo
7- Salah
8 – De Bruyne
9 – Mbappé
10 – Donnarumma

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias