CORONAVÍRUS

No Maranhão

4762
167948
158492
3664
NAS FINAIS

Federação estuda volta do torcedor aos estádios

Os torcedores podem voltar aos estádios de São Luís para os jogos finais do centenário Campeonato Maranhense de Futebol. A definição está sendo analisada pela FMF

Reprodução

A volta dos torcedores aos estádios de São Luís pode acontecer nos jogos finais do centenário Campeonato Maranhense de Futebol Profissional (Troféu Nicolau Duailibe Neto).Um estudo, nesse sentido está sendo feito pela Federação Maranhense de Futebol (FMF), que conta com o apoio dos clubes. A decisão ficará na dependência  de uma decisão das autoridades sanitárias.

A informação foi prestada ontem à tarde a O Imparcial pelo vice-presidente de Competições da Federação Maranhense de Futebol (FMF),  Hans Nina. “Está sendo estudada  a possibilidade. Será confeccionado um protocolo e submetido às autoridades sanitárias”, adiantou.

Hans, porém, mesmo sabendo que a reabertura do Estádio Castelão é um anseio do torcedor,  ainda tem cautela sobre a aprovação da medida. “Só será permitido, se liberado, obviamente, e dentro dos padrões de segurança sanitária”, resumiu.

Público reduzido

O vice-presidente de Competições da Federação Maranhense de Futebol não adiantou qual será o número máximo de ingressos a serem disponibilizados nos jogos, mas como o Castelão tem uma capacidade para receber 40 mil torcedores, dez por cento (4.000) seriam razoáveis para guarda do distanciamento. Essa é a opinião geral dos dirigentes de clubes.

Entre os argumentos que serão apresentados para justificar o pedido da volta dos torcedores está a redução significativa do registro de novos casos de pessoas vitimadas pela covid-19 na capital do Maranhão e no interior do estado. A situação, no momento é dada oficialmente como estando em fase decrescente.

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro vem debatendo a volta das torcidas nos estádios de futebol da cidade. A FERJ já se reuniu com o prefeito e colocou na mesa vários assuntos. O principal deles: a não obrigatoriedade.

O clube que tiver o mando e não quiser abrir as portas ao público não será obrigado a fazê-lo.

A prefeitura quer abrir os portões dos estádios já a partir de outubro e Crivella tem em Cláudio Castro, governador em exercício desde o afastamento de Wilson Witzel, um grande apoio. Na última sexta (11), o prefeito anunciou a volta dos cinemas e teatros com 50% da capacidade e falou sobre a volta da torcida nos jogos.

Alemanha

Na Alemanha, os estádios já foram  autorizados a receberem público limitado nos estádios em meio a pandemia do coronavírus.

Há diferentes regulamentações sanitárias entre regiões. Alguns clubes pequenos, no entanto, abriram mão do direito de receber torcedores, obviamente, contra equipes chamadas grandes.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Checamos
Polícia
Mais Notícias