27ª EDIÇÃO DOS SERTÕES

Fábio Cadasso estreia na categoria quadriciclos

Fábio aceitou o desafio de estrear na categoria quadriciclo. Ontem, domingo (25), o piloto começou a acelerar forte para sua oitava participação nos Sertões.

Reprodução

No maior Rally das Américas, o Rally dos Sertões, o piloto maranhense Fábio Cadasso já competiu pilotando caminhão, carro e moto. Com a equipe ‘Cadasso Racing’ conquistou o vice-campeonato na ‘Carros Production TR4’ e outros pódios para o Maranhão. Mas, neste ano, Fábio aceitou o desafio de estrear na categoria quadriciclo. Ontem, domingo (25), o piloto começou a acelerar forte para sua oitava participação nos Sertões, que teve largada em Campo Grande (MS).

O desafio desta 27ª edição dos Sertões será cruzar seis estados, em oito dias, e completar o percurso de 4.887 km, sendo 2.852km de especiais com terrenos variados, até a chegada em Aquiraz (CE) no dia 1º de setembro. A competição reúne 302 competidores em 187 veículos. A prova mais importante do off-road nacional tem representantes de 163 cidades brasileiras e 21 estados e o Distrito Federal.

Para o multipiloto Fábio Cadasso, a oitava participação dele nos Sertões tem o sabor de superação. Recuperado de um acidente de moto na edição passada dos Sertões, Fábio recebeu liberação médica no mês de abril para voltar a competir. Durante esse período, ele fez um trabalho intenso para fortalecer o preparo físico. “Voltar a correr foi a melhor coisa que fiz. Ano passado, o acidente de moto foi uma faltando 9km para completar a quinta etapa do Rally.

Um UTV me ultrapassou, precisei desviar e bati em um galho. Quebrei 3 costelas e tive um edema no pulmão. Estou recuperado e pronto para encarar esse desafio no quadriciclo. Quero me tornar o primeiro piloto nos Sertões a competir em todas as categorias. Agora só falta UTV”, afirma Fábio.

Em relação à mudança de categoria, Fábio diz que no quadriciclo é preciso ter atenção redobrada na navegação. “Analiso também que é preciso maior atenção no momento das curvas, pois o quadriciclo pesa muito. Mas estou confiante nos meus equipamentos. O convite para competir na categoria quadriciclo veio da equipe Pró Rally de Fortaleza. E agradeço ao Governo do Estado do Maranhão, a Sedel e ao Grupo Mateus por mais um ano de parceria”, destaca Fábio.

O roteiro da prova mostra um nível de dificuldade bem alto, com especiais mais longas, deslocamentos complexos e uma etapa maratona, no deserto do Jalapão (TO), onde os veículos ficarão sem assistência técnica por 36 horas. “A primeira etapa do Mato Grosso será mais rápida. Tem terreno plano, mas com muita areia, devido a época de seca. Piso pesado. Não espero nada fácil. Será uma aventura bem especial. Eu e minha equipe estamos preparados para fazer uma prova até final e ir em busca de mais um pódio para o Maranhão”, analisa o piloto Fábio Cadasso, que aos 53 anos já acumula uma experiência de 27 anos em competições de rally.

Etapas

2ª etapa – 26/08
Costa Rica – MS/ Barra do Garças – MT
Trecho Cronometrado – 530km
Total: 639km

3ª etapa – 27/08
Barra do Garças – MT/ São Miguel do Araguaia – GO
Trecho Cronometrado – 420km
Total: 727km

4ª etapa – 28/08
São Miguel do Araguaia – GO/ Porto Nacional – TO
Trecho Cronometrado – 277km
Total: 571km

5ª etapa – 29/08
Porto Nacional – TO/ São Félix do Tocantins – TO
Trecho Cronometrado – 300km
Total: 435km

6ª etapa – 30/08
São Félix do Tocantins – TO/ Bom Jesus – PI
Trecho Cronometado – 540km
Total: 542km

7ª etapa – 31/08
Bom Jesus – PI/ Crateús – CE
Trecho Cronometrado – 320km
Total: 941km

8ª etapa – 01/09
Crateús – CE/ Aquiraz – CE
Trecho Cronometrado – 30km
Total: 405km

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias