Série D

Moto pode ter até quatro alterações para enfrentar o Floresta

Os problemas continuam no setor de meio-campo, onde um jogador está suspenso e outro lesionado

NAÍLSON DESFALCARÁ O MOTO POR MAIS DE TRINTA DIAS

O técnico do Moto, Wallace Lemos, tinha a intenção de repetir praticamente a mesma equipe que goleou o Atlético-RR para a  próxima partida contra o Floresta-CE, válida pela segunda fase do Campeonato Brasileiro, Série D. No entanto, o treinador teve algumas surpresas nas últimas horas, e até quatro mudanças poderão ser feitas.

Os problemas continuam no setor de meio-campo, onde Lucas Hulk  recebeu o terceiro cartão amarelo, e Naílson, que deveria reaparecer no time após cumprir suspensão, sofreu uma lesão na coxa esquerda ao final do treinamento da tarde de terça-feira. Submetido a exames ontem, o departamento médico informou que o atleta deverá ficar até um mês fora de ação, pois a lesão foi de grau 2.

Em consequência da ausência de Naílson e Lucas Hulk, caberá a Vitor Salvador e Amarildo a formação da dupla de volantes. Leandro Oliveira será o meia de armação. Um outro problema surgiu na defesa, onde Wallace Marques sofreu um edema na coxa e até ontem a recuperação era lenta. Sua presença no próximo jogo ainda é duvidosa. Como o jogo foi transferido para a próxima segunda-feira, é possível que até lá ele já esteja liberado.

O Moto poderá ter ainda alteração na lateral-esquerda, caso Mário Henrique, que chegou no início da semana esteja em boas condições físicas. Tudo vai depender da série de treinamentos que deverá ocorrer até sábado.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias