COPA DO BRASIL

Sampaio: festa, falha e derrota no último minuto

A volta acontece na próxima quinta-feira, no Allianz Parque, e o time alviverde joga pelo empate.

Carlos Eduardo, do Palmeiras, em lance no primeiro tempo (Foto: César Greco/Ag. Palmeiras)

Com um gol de Moisés de falta nos acréscimos, o Palmeiras venceu o Sampaio Corrêa por 1 a 0, ontem, fora de casa, no Castelão, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

A volta acontece na próxima quinta-feira, no Allianz Parque, e o time alviverde joga pelo empate. Felipão mandou a campo um time formado por reservas, só não poupou Felipe Melo, que ficou em campo o jogo inteiro.

Depois de um fraco futebol durante os 90 minutos, Moisés cobrou falta da intermediária aos 46 do segundo tempo e o goleiro Andrey falhou. A partida deu mais uma oportunidade para Lucas Lima e Arthur Cabral mostrarem seu futebol, mas ambos desperdiçaram.

O meio-campista deixou o campo sob vaias na etapa final após participação sonolenta. O centroavante deixou o campo na volta do intervalo depois de pouco pegar na bola. O Palmeiras demorava para sair de seu campo defensivo e facilitava a marcação do Sampaio Corrêa. A única boa oportunidade no primeiro tempo foi uma cobrança de falta de Hyoran, talvez o principal jogador do Palmeiras em campo. O goleiro Andrey espalmou e a bola ainda tocou na trave.

Os donos da casa tiveram duas chances em falhas do time alviverde. Na primeira, Antônio Carlos antecipou errado, mas Edu Dracena travou Salatiel no momento do chute. Na outra, Fernando Prass saiu errado e Salatiel cabeceou para fora. No segundo tempo, Felipão recorreu a dois titulares. Colocou Deyverson na vaga de Arthur Cabral e depois Dudu no lugar de Hyoran.

O Sampaio Corrêa continuava fechado em seu campo de defesa. O Palmeiras ao menos conseguia cruzar as bolas na área. Em uma delas, o atacante Carlos Eduardo se chocou com o goleiro Andrey, que teve um corte na testa e precisou receber atendimento médico por duas vezes. Uma para fazer o curativo e na outra depois dele cair sozinho no gramado. Mesmo assim ele seguiu em campo e nos acréscimos da partida acabou falhando em cobrança de falta e deu a vitória ao Palmeiras.

*Fonte: Estadão

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias