TRISTEZA

Morre Caio, ex-Moto Club e campeão mundial com o Grêmio

Após ter amputadas as duas pernas devido a problemas de trombose, Caio foi vítima de complicações vasculares.

CAIO (À DIREITA) COMEMORANDO GOL NA LIBERTADORES

Vítima de complicações vasculares, após ter amputadas as duas pernas devido a problemas de trombose, morreu no início da tarde de ontem no Hospital Universitário de São Luís (Presidente Dutra), o ex- atacante do Moto e campeão mundial interclubes pelo Grêmio-RS, Luiz Carlos Tavares Franco.
Mais conhecido por Caio, ele tinha 63 anos e se destacou com a camisa rubro-negra maranhense nos anos 80, quando passou a ser assediado por clubes de outros estados. Nascido no estado do Rio de Janeiro a 16 de março de 1955, Caio veio para o nosso futebol sendo contratado junto ao Madureira em 1977. Suas boas atuações despertaram o interesse da Portuguesa de Desportos-SP,  e continuou brilhando. Sua fama foi parar no Grêmio-RS, onde foi campeão da Libertadores, marcando o primeiro gol da decisão continental e em Tóquio foi campeão mundial. Pai de dois filhos, Caio quando encerrou sua carreira veio morar em São Luís, e aqui chegou a montar uma rede de farmácias. Mais tarde, mudou de ramo e adquiriu alguns táxis. Ele mesmo dirigiu um dos veículos durante muito tempo.
A família de Caio informou que o velório será na Central da Pax União, na Rua Osvaldo Cruz, a partir das 21h, mas não divulgou o local do sepultamento.

Nota da Agap

A Associação de Garantia ao Atleta Profissional do Maranhão lamenta a morte do nosso associado Caio, um atleta que muito nos honrou e representou o nosso futebol,além de um grande amigo de todos que militam no meio do futebol profissional.Que o Senhor Jesus Cristo o receba em seus braços.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS