SÉRIE D

Moto Club e Imperatriz se enfrentam no “mata-mata”

O Papão entra em campo com ligeira vantagem, devido ter realizado melhor campanha que o adversário

Foto: Antônio Pinheiro / Divulgaçao)

Começa hoje, a partir das 19h30, o confronto que vai definir qual a equipe maranhense a continuar na Série D do Campeonato Brasileiro. O Imperatriz recebe o Moto Club no Estádio Frei Epifânio, numa partida aguardada com grande expectativa pelas duas torcidas. O Papão entra em campo com ligeira vantagem, devido ter realizado melhor campanha que o adversário. Por conta disso, joga por dois resultados iguais: empate com qualquer placar ou ainda uma vitória e uma derrota com igualdade no saldo de gols. Ao Cavalo de Aço, portanto, resta a alternativa de vencer com boa margem de gols, para jogar pelo empate na capital, no jogo da volta, no Castelão.

Na última decisão entre as duas equipes, o time rubro-negro levou a melhor. Venceu a primeira em São Luís e perdeu a segunda, na casa do adversário, mas sagrou-se campeão estadual de 2018 pelo melhor saldo de gols. Essa perda ainda não foi esquecida pelos colorados, que encaram o atual confronto como um “acerto de contas”, ou seja, uma autêntica revanche.
Na competição, o Moto e Imperatriz têm campanhas ligeiramente parecidas. O Papão foi o primeiro lugar do seu grupo, conquistou 13 pontos em seis jogos, obteve quatro vitórias, um empate e uma derrota (fora de casa), marcou seis gols e sofreu apenas três. O Imperatriz, enquanto isso, foi o segundo lugar, conquistando nove pontos em seis jogos, duas vitórias, três empates, e sofrendo uma derrota. Seu ataque marcou dez gols e a defesa deixou passar três bolas.

O panorama mostra que as duas equipes têm defesas com a mesma consistência, pois tomaram igual quantidade de gols, mas o ataque do Imperatriz foi bem melhor, fazendo quatro gols a mais que o do Moto Club. É confiante nessa eficiência do seu ataque que o técnico Marcinho colocará em campo um esquema que já vem adotando desde que assumiu, ou seja, o 4-3-3.

Dúvidas
Até ontem o técnico do Moto Club, Luís Miguel, ainda tinha dúvidas sobre possíveis alterações a serem feitas na equipe, apesar dos bons resultados obtidos diante do Fluminense de Feira com o sistema 4-4-2. Se preferir reforçar ainda mais seu meio-campo, o treinador português começa no 3-6-1. Mas ele possui uma outra alternativa, que seria reforçar a defesa, mantendo o trio de zagueiros (Ramon, Betão e Wanderson), que terminou a última partida, com objetivo de soltar mais os laterais e jogar no 3-5-2.

Definido
O técnico do Imperatriz, Marcinho Guerreiro, definiu a formação de sua equipe desde a última quinta-feira. Além de treinar bastante o esquema ofensivo e jogadas de bola parada, cuidou da precaução na defensiva. Sem poder contar com Júnior Chicão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, optou pelo atacante Kaká.Outra novidade será a entrada de Derley no meio, ficando Adauto no banco de reservas. Nas demais posições, não há alterações.

Arbitragem
A Confederação Brasileira de Futebol, por meio da Comissão Nacional de Arbitragem do Futebol (Conaf), designou para apitar a partida de hoje o árbitro Wanderson Alves de Sousa (MG), tendo como assistentes Sidmar dos Santos Meura e Marconi Helbert Vieira, também mineiros. Railton Oliveira (MA) será o quarto árbitro e Marcelo Bispo Filho (MA) o analista de campo.
omeça hoje, a partir das 19h30, o confronto que vai definir qual a equipe maranhense a continuar na Série D do Campeonato Brasileiro. O Imperatriz recebe o Moto Club no Estádio Frei Epifânio, numa partida aguardada com grande expectativa pelas duas torcidas. O Papão entra em campo com ligeira vantagem, devido ter realizado melhor campanha que o adversário. Por conta disso, joga por dois resultados iguais: empate com qualquer placar ou ainda uma vitória e uma derrota com igualdade no saldo de gols. Ao Cavalo de Aço, portanto, resta a alternativa de vencer com boa margem de gols, para jogar pelo empate na capital, no jogo da volta, no Castelão.

Na última decisão entre as duas equipes, o time rubro-negro levou a melhor. Venceu a primeira em São Luís e perdeu a segunda, na casa do adversário, mas sagrou-se campeão estadual de 2018 pelo melhor saldo de gols. Essa perda ainda não foi esquecida pelos colorados, que encaram o atual confronto como um “acerto de contas”, ou seja, uma autêntica revanche.
Na competição, o Moto e Imperatriz têm campanhas ligeiramente parecidas. O Papão foi o primeiro lugar do seu grupo, conquistou 13 pontos em seis jogos, obteve quatro vitórias, um empate e uma derrota (fora de casa), marcou seis gols e sofreu apenas três. O Imperatriz, enquanto isso, foi o segundo lugar, conquistando nove pontos em seis jogos, duas vitórias, três empates, e sofrendo uma derrota. Seu ataque marcou dez gols e a defesa deixou passar três bolas.

O panorama mostra que as duas equipes têm defesas com a mesma consistência, pois tomaram igual quantidade de gols, mas o ataque do Imperatriz foi bem melhor, fazendo quatro gols a mais que o do Moto Club. É confiante nessa eficiência do seu ataque que o técnico Marcinho colocará em campo um esquema que já vem adotando desde que assumiu, ou seja, o 4-3-3.

Dúvidas
Até ontem o técnico do Moto Club, Luís Miguel, ainda tinha dúvidas sobre possíveis alterações a serem feitas na equipe, apesar dos bons resultados obtidos diante do Fluminense de Feira com o sistema 4-4-2. Se preferir reforçar ainda mais seu meio-campo, o treinador português começa no 3-6-1. Mas ele possui uma outra alternativa, que seria reforçar a defesa, mantendo o trio de zagueiros (Ramon, Betão e Wanderson), que terminou a última partida, com objetivo de soltar mais os laterais e jogar no 3-5-2.

Definido
O técnico do Imperatriz, Marcinho Guerreiro, definiu a formação de sua equipe desde a última quinta-feira. Além de treinar bastante o esquema ofensivo e jogadas de bola parada, cuidou da precaução na defensiva. Sem poder contar com Júnior Chicão, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, optou pelo atacante Kaká.Outra novidade será a entrada de Derley no meio, ficando Adauto no banco de reservas. Nas demais posições, não há alterações.

Arbitragem
A Confederação Brasileira de Futebol, por meio da Comissão Nacional de Arbitragem do Futebol (Conaf), designou para apitar a partida de hoje o árbitro Wanderson Alves de Sousa (MG), tendo como assistentes Sidmar dos Santos Meura e Marconi Helbert Vieira, também mineiros. Railton Oliveira (MA) será o quarto árbitro e Marcelo Bispo Filho (MA) o analista de campo.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS