futebol

Na volta ao Brasil após Copa do Mundo, Seleção encara teste contra o México

A Seleção Brasileira enfrenta o México neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP), em amistoso de preparação para a Copa América, que começa na próxima quinta-feira, no Chile. Os brasileiros integram o Grupo C, ao lado de Colômbia, Peru e Venezuela. Já os mexicanos estão no Grupo […]

seleção
A Seleção Brasileira enfrenta o México neste domingo, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP), em amistoso de preparação para a Copa América, que começa na próxima quinta-feira, no Chile. Os brasileiros integram o Grupo C, ao lado de Colômbia, Peru e Venezuela. Já os mexicanos estão no Grupo A, junto com Bolívia, Equador e dos anfitriões chilenos.
 
A Seleção Brasileira defende uma invencibilidade sob o comando do técnico Dunga, que assumiu o time após o fiasco na Copa do Mundo de 2014. Por sinal, esse será o primeiro jogo dos canarinhos no Brasil após aquele trágico desfecho no Mundial, com as goleadas de 7 a 1 para a Alemanha nas semifinais e de 3 a 0 para a Holanda na disputa do terceiro lugar.
Mas, de lá para cá, os brasileiros ganharam os oito jogos que disputaram e em alguns casos os rivais foram de expressão, como nos 2 a 0 sobre a Argentina no Superclássico das Américas e no 3 a 1 sobre a França. Por isso, os brasileiros esperam uma recepção boa do público paulista.
“O momento hoje é diferente do vivido no ano passado e infelizmente não podemos mudar o que aconteceu na Copa do Mundo. Temos, porém, que nos preparar da melhor maneira possível para a Copa América e o torcedor vai entender bem isso e nos apoiar”, declarou o zagueiro Miranda.
Dunga conversou com os jogadores sobre a importância de levar a partida deste domingo a sério. Antes da estreia contra o Peru, no dia 14, o Brasil ainda fará mais um amistoso contra Honduras, na quarta-feira, em Porto Alegre (RS).
“Os amistosos que teremos pela frente são as oportunidades de nos armarmos bem para a Copa América. O trabalho está em andamento e a maioria dos jogadores está familiarizada com a proposta de jogo da Seleção Brasileira. Porém, nesses jogos vamos colocar em prática o nosso momento para sabermos nossas reais condições antes da estreia. Espero um teste muito complicado contra o México, porém, um jogo eficiente para o que queremos agora”, analisou Dunga.
Em termos de escalação, o Brasil não poderá contar com Neymar, que defendeu o Barcelona na final da Champions League contra a Juventus no sábado. Robinho, com dores no joelho direito, é mais um problema e fica de fora. Outro desfalque é Luiz Gustavo, cortado por conta de lesão. Elias será o substituto do volante no time.
Pelo lado do México, 22º colocado no ranking da Fifa, no qual o Brasil aparece na quinta posição, o técnico Miguel Herrera entende que o amistoso deste domingo pode dizer bem pelo que seu time vai brigar na Copa América.
“A Seleção Brasileira é sempre um termômetro muito interessante. Se formos bem neste jogo é sinal de que podemos pensar grande na Copa América”, analisou Herrera. O treinador da seleção mexicana não quis antecipar a escalação que pretende mandar a campo, mas deverá manter a base que empatou por 1 a 1 com o Peru no meio de semana.
BRASIL X MÉXICO
Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 7 de junho de 2015 (Domingo)
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: não divulgado pela organização
BRASIL: Jéfferson, Danilo, Miranda, David Luiz e Filipe Luís; Fernandinho, Elias, Fred, Philippe Coutinho e Willian; Diego Tardelli
Técnico: Dunga
MÉXICO: Alfredo Talavera, Gerardo Flores, Juan Carlos Valenzuela, Rafael Márquez e Julio Domínguez; Efraín Velarde, Juan Carlos Medina, Marco Fabián e Javier Aquino; Raúl Jiménez e Enrique Esqueda
Técnico: Miguel Herrera
Tags: amistoso mexico selecao dunga brasil
 
VER COMENTÁRIOS
Polícia
Concursos e Emprego
Esportes
Entretenimento e Cultura
Saúde
Mais Notícias