PREVISÃO

Confira o que os astros revelam para esta quinta-feira (7)

Do dia: “Os olhares trocados sintetizam as explicações que nenhum de nós seria Shakespeare o suficiente para descrever ou expressar em palavras”.

O horóscopo é um mapa que reflete as posições exatas dos planetas do zodíaco em um determinado momento. (Foto: Reprodução/Pixabay)

O olhar dos outros

Data estelar: Lua quarto crescente em Libra

O olhar dos outros sobre nós é de grande valor na construção de nossas identidades, e apesar da contemporânea ideia de que deveríamos nos tornar independentes e não nos importarmos nem um pouco com o olhar alheio sobre nossas existências, para sustentar essa atitude precisamos anular o que, de qualquer maneira, continuará se expressando: o olhar dos outros sobre nós é de grande valor.

Tão essencialmente importante é o olhar alheio que, quando amamos, não queremos que esse amor seja nosso apenas, queremos que alguém se aproprie desse amor, que o faça seu, alguém que nos devolva esse amor sentido como se fosse novo e reluzente, algo diferente de nós.

Os olhares trocados sintetizam as explicações que nenhum de nós seria Shakespeare o suficiente para descrever ou expressar em palavras.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Este é o momento em que você pode cavalgar sobre suas certezas, e se convencer de que tudo que contrariar você seja um desafio para provar que a razão está do seu lado. Pode estar e pode não estar, veremos. Em frente.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Muito poderia ser feito, porém, quando não há boa vontade disponível, nada é feito, tudo fica na promessa, na potencialidade. Há momentos para tudo, até para perder tempo entre o céu e a terra. É por aí.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Tudo que você sabe está sabido, a questão agora é como fazer para sentir o mesmo ardor de outrora, quando você não sabia o que sabia, e se via diante de tanto conhecimento. Essa inocência mental há de ser recuperada.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Mantenha o ambiente no qual você passa uma boa parte do tempo o mais harmonioso possível, fazendo as intervenções pertinentes para ter aromas, cores e formas que agradem a percepção. A beleza é fundamental, agora e sempre.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Assuntos que não deveriam ser postos sobre a mesa, porque ainda imaturos, acabam vazando e, de uma forma ou de outra, pela exposição, sua alma se vê obrigada a dar explicações sobre o que ainda está indefinido.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Faça o que der tempo de fazer, evite se cobrar um desempenho que, neste momento, seria exagerado. Faça o que der tempo, o que estiver ao seu alcance, e encontre satisfação em agir assim, sem grandes exigências.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Faça acontecer, em vez de esperar que aconteça. Isso, que deveria ser uma obviedade que seria ridículo afirmar, acaba sendo um lembrete de o quanto a atividade acontece dissociada da maior parte dos pensamentos.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Muito se sabe, pouco se conhece, assim andam as coisas entre o céu e a terra. Se sabe, por exemplo, que a informação é um poder, porém, se desconhece o tipo de poder que ela representaria. E tudo vira um caos.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

As acomodações necessárias, diante de tudo que vem mudando, se tornam, a partir deste momento, mais urgentes, porque continuar encaixando a realidade diferente no mesmo formato anterior não tem como dar certo.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

A confiança é uma moeda rara nos relacionamentos, porque as pessoas não confiam sequer em si mesmas, são cientes de suas contradições interiores e de o quanto seriam vítimas de cair em qualquer tentação.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

De detalhe em detalhe se desenha o grande panorama, assim como também, de pequeno em pequeno passo se trilha um grande caminho. Os detalhes têm sua importância, mas com certeza, há alguns que não merecem atenção.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Tudo custa, tudo tem um preço, tudo cria consequências, porém, nem sempre a alma é consciente do que está envolvido em cada pequeno ou grande gesto que fizer. E, no entanto, vale a pena adquirir essa consciência.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias